quarta-feira, 21 de maio de 2008

Amores e decepções...


Há alguns minutos eu estava sentada num canto escuro do meu quarto chorando...Um choro doído, uma dor na alma e uma impressão de que a vida havia perdido a graça... Não, eu não terminei um relacionamento, ou levei um fora de alguém por quem eu estava apaixonada... Embora isso possa parecer uma cena perfeita de fimdecaso, e apesar de eu não me lembrar da última vez em que fiquei num canto chorando por um namoro (na verdade é fácil lembrar, já que isso nunca aconteceu...), não é por isso que minha alma ainda dói... Hoje foi o jogo Fluminense x São Paulo, pelas quartas-de-final da Taça Libertadores. E o São Paulo perdeu por 3x1. Durante todo o jogo meu nível de adrenalina esteve lá em cima... ficava puta com os passes errados... quando o Washington fez o 1° gol foi como se eu tivesse levado um tapa na cara... quando o Imperador fez o gol chorei de alegria...e quando, no último minuto, o Washington (de novo ¬¬) fez o gol que eliminou o São Paulo, chorei de tristeza...
Se trocarmos os atores e as atitudes desta cena, talvez poderíamos transformar isso num relacionamento homemxmulher (ou homemxhomem, mulherxmulher...enfim...essas tais modernidades...), no qual há momentos de tristeza, há discussões, vontade de não ver nunca mais...Mas também há sorrisos, comemorações, alegrias sem preço...A grande diferença é que meu relacionamento com o São Paulo nunca terá fim...
Hoje posso estar decepcionada com a derrota, com vontade de ficar na cama até a dor passar...Amanhã vou estar rabugenta, com raiva do mundo, sem vontade de sorrir...Mas na próxima vez em que ele entrar em campo, toda a paixão volta, e a gente vai acabar rindo dessa tristeza que ficou no passado...
Eu nunca tive um relacionamento tão bom quanto o meu com o São Paulo...E olha que esse já dura 17 anos... Nunca nenhum cara me fez sorrir tantas vezes, me fez chorar de alegria, e nem me deu tantos motivos pra comemorar...
Praqueles que não gostam de futebol (ou pros meus ex namorados xD), e acham tudo isso uma grande falta do que fazer (assim como eu acho que o golfe é uma puta falta do que fazer...), devem ler isso e falar "como assim? como ela pode comparar uma coisa dessas com amor?!", ou então "que idiota!"... Mas umas das vantagens de ser humano é a diferença de escolha...
Eu prefiro ser apaixonada pelo São Paulo, mesmo ele fazendo escolhas erradas, ou mesmo me fazendo chorar vez ou outra, porque eu sei que no próximo jogo os caras vão estar lá, em campo, como quem diz "desculpa, a gente vai fazer melhor dessa vez", do que por um cara qualquer... Então, que me perdoem os afutebolistas (se essa palavra não existia acabou de nascer então...), ou os defensores do amoramor...
Esse ora bolas de hoje vai com a marca daqueles que amam... Que mesmo com uma lágrima nos olhos, acham que o amanhã vai ser melhor... E parafraseando o ditado, sou são paulina e não desisto nunca...=)
(Ps: Sim!O post de hoje tá piegas pra cacete! Mas que se dane! E se vier com o bordão "chora bambi" já mando de antemão pra putaqueopariu!)

Um comentário:

  1. Foi um jogo para marcar história. Acho que se não fosse a expulsão do Joilson, o São Paulo conseguiria segurar o resultado. Coisas do futebol.

    Não fica triste, seu clube deve levantar o caneco do Brasileirão mais uma vez.

    Abraço e "dá-lhe Fluzão". :)

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...