segunda-feira, 28 de julho de 2008

Aprendizados, saudades e férias...


E acabaram-se minhas férias... Foram lindas, e, como todo bom descanso que se preze, duraram menos do que eu gostaria... Não apenas pelo fato de ficar longe dos estudos (até porque eles me acompanharam, os safados), mas por poder me transportar pra um outro mundo, um mundo cheio de cores...
Há muito tempo eu não tinha férias escolares (afinal de contas, terminei a faculdade há alguns bons anos); e eu nunca havia tido ESSAS férias; de viajar, estar com a família, sentir a brisa batendo deitada na rede, comer "tranqueiras" o tempo todo... Posso dizer, com a mais absoluta certeza (se é que há algum absoluto nesta vida), que essas foram as melhores férias do mundo! Exceto por alguns "senões" (mas sempre haverão advérbios condicionais)... Provavelmente eu não saberia "eleger" o melhor momento...Porque, tirando a partida (na qual me senti aquelas adolescentes que estão indo embora do país; com a parte do choro e tudo), todos foram os melhores...
Já aprendi muita coisa nessa vida, e sei que ainda há uma imensidade do tamanho do número real do PI pra aprender, mas duas coisas foram essenciais nesses últimos tempos... I - Minha família é a melhor parte de mim. Engraçado que, quando adolescentes, tratamos a família como um erro na nossa vida, como algo a ser suportado... Hoje (alguns "poucos" anos passada minha aborrecência), descobri que papai+mamãe+irmãs não são um erro, mas o único acerto... São o único apoio que não tem data de validade. São a única risada sincera. São a personificação do amor incondicional. E passar esses 18 dias ao lado do "meu sangue" só me fez perceber que tudo isso é verdade...
Outra coisa que aprendi (na marra, eu assumo, já que sou brasileira) é a não reclamar mais da vida... Olhando pra mim, e pro meu redor, vejo que sou uma pessoa feliz. Que tenho tanto a agradecer (à deusa, ao deuss, aos meus pais,aos meus amigos), que seria uma atitude muito pífia da minha parte gastar meu tempo reclamando. Sim...Já passei por fases em que o céu estava sempre coberto por aquela nuvenzinha de desenho animado; e não!, não vou me tornar a Pollyana (se você não sabe quem é a Pollyana, pergunta pro Google!)... Só aprendi que há coisas mais importantes pra fazer do que reclamar... E que a nossa vida é um produto daquilo que fazemos (ou fizemos)...
Enfim...Não quero reclamar do fim das férias... Quero lembrar do quanto foi bom tê-las... E sei que essa saudade que me dói agora é por conta do quanto fui feliz... Saudade essa que se tornou minha amigavelhadeguerra... E novas férias hão de vir...Com mais aprendizados, e mais saudades...afinal, a saudade não é a ausência do que amamos, mas a presença de amor...

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Férias!

Yeah!Estou de férias (desde 11/07, na verdade)!Por isso o sumiço da vida internética...
Semana que vem, depois de recarregadas as baterias e compradas algumas extras, volto aqui com as novidades e as velhidades...
o/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...