quarta-feira, 24 de setembro de 2008

The Cleaners ( "Open your eyes and your heart, look around")


Essa não é a primeira vez que falo do The Cleaners , e espero (muito muito mesmo) que não seja a última! Embora eu tenha esse meu jeito rocknrollviolentstormmodeon de ser, eu não consigo me conter quando ouço The Cleaners. Me torno uma brisa calma e suave, assim como as músicas deles chegam aos meus (já cansados, admito...) tímpanos... Eu poderia compará-los a outras bandas, com relação à proximidade do som ou ao conteúdo das letras; mas não é a partir de comparações que vejo o The Cleaners; como eles próprios disseram no myspace, "para a música ser música, ela deve ser natural, sem regras, sem preocupações se irá ou não vender, apenas ser tocada, ouvida e apreciada". Talvez seja isso que torne o The Cleaners tão bom de escutar; a não- pretensão acaba tomando o lugar de escalas e notas e contratempos; e isso faz com que Rodrigo, Joseph, Rodrigo e Duka falem através de seus instrumentos; e a voz dos quatro é tão harmoniosa e limpa que seria impossível pensar em um nome mais perfeito...
Abaixo alguns "esboços" sobre as músicas disponíveis no Myspace. Leia e me faça o favor de ir até lá! Vale muito a pena; é como se o mundo parasse e você ficasse ali, com os olhos fechados, sentindo o vento bater no seu rosto e todos os pensamentos ruins indo embora...

Me lembro como se fosse hoje a primeira vez que ouvi "To grow old" ; e lembro exatamente da sensação que tive, até porque é a mesma que tenho agora, quando a ouço novamente. Essa música é daquelas que, mesmo que se passem anos, ao ouvi-la você consegue sentir os mesmos suspiros, a mesma sensação de que o tempo pára quando ela invade seus ouvidos. A letra e a melodia (tão raro de se poder usar a palavra melodia nas músicas de hoje, que me sinto feliz de poder usá-la com propriedade) de "To grow old" são como um início de namoro adolescente, quando você vai descobrindo aos poucos que as mãos se encaixam, que os sorrisos se tocam, e que os olhos se transformam em palavras. Uma pena que a música acabe (assim como os namoros de adolescente); mas eu sempre aperto o botão mágico de tocar de novo, e é como se fosse a primeira vez...

"The Unhappiness of Smile Plant" é uma delícia! As guitarras certinhas de Zé e Rodrigo, numa distorção melódica linda. A voz de Rodrigo doce e suave, como que suspirando ... A bateria de Duka bem compassada, marcando a cadência. O baixo do Rodrigo calmo, mas presente, como que pra fechar o ritmo. Além do que a letra é super bem escrita, e melancólica na medida certa.

"Love yourself" começa com um diálogo entre as guitarras que me faz ter vontade de levantar da cadeira e sair passeando e cantarolando "come on, open your hearts"... A bateria é muito bem marcada, sem agressividade, na medida certa. O baixo dá a "liga" entre as guitarras (aliás, o solo é ótimo!) e a bateria; e o vocal fecha tudo com a marca do The Cleaners: ser rockn roll sem ser inaudível. Ser alternativo sem ser chato. Ser original sem ser pretensioso.

Eu amo a "Coffee and Laughs"! O início é tão bom, mas tão bom, que sempre volto ao começo umas duas vezes antes de ouvir a música toda. A letra é linda! Emocional sem ser piegas. Aliás, uma das coisas que os caras fazem bem é usar o inglês como língua principal. As frases todas se encaixam perfeitamente, sem serem forçadas, mostrando que não é porque nosso vernáculo é o português que não podemos ser tão bons em outras línguas. E o The Cleaners consegue ser bom.

Anyway ... Melhor do que ler, é ir até lá e deixar que a arte do The Cleaners envolva o seu ar.
Ps: abaixo uma entrevista feita com os caras, que também está diponível no Myspace.


sete - entrevista#1 - the cleaners from sete músicas on Vimeo.

Um comentário:

  1. Nossa, do jeito que você falou da To grow old deu até vontade de ouvir (e eu até tentei baixar ela só que não encontrei =/)
    Gosto do seu jeito rocknrollviolentstormmodeon ! =D

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...