sábado, 11 de outubro de 2008

E lá se foi mais uma volta em torno do sol...

"A gente não faz aniversários. Os aniversários é que vão fazendo a gente. E depois, lentamente, desfazendo. [...] Até uma certa idade se faz festa por um ano a mais, depois de uma certa idade se faz festa por um ano a menos, mas aí a festa é pra disfarçar." (Luis Fernando Veríssimo) (Gloss out/08)

Dez de outubro de 1982. Dourados-MS. 6:20h da manhã. Foi quando dei meu primeiro grito e senti pela primeira vez o vento batendo em meu rosto. Hoje, 26 anos e muitos gritos e ventos depois, parece que a vida já não é mais a mesma. Parece que a cada dia em que abro meus olhos, o sol (que aqui em Curitiba city tem sido cada vez mais raro) já não é o mesmo. O ar já não é o mesmo. Eu já não sou a mesma. Somos todos frutos de nossos dias. Aniversariamos todos os dias em que deixamos o ar entrar em nossos pulmões (o meu, pobrezinho, cada dia mais castigado). Sexta-feira completei 26 anos. Não fiz festa, com bolo e chapeuzinho e amigos. Não abri presentes. Não cantei parabéns. Vivi mais um dia normal (ou ao menos o mais normal possível). Fui ao cinema, ver Mr. De Niro e Mr. Al Pacino na mesma tela. Fui a um buteco pé sujo encher a cara e jogar sinuca. Fiquei relembrando a vida losernerdmodeon com Aris. E assim celebrei mais uma volta completa de minha alma em torno do sol.
Senti falta de abraços amigos. Senti falta da cara da mãe me observando e pensando "foi daqui de dentro que isso saiu". Senti falta do pai me chamando de velha. Senti falta do sorriso da Gi. Senti faltas que não podem ser mais preenchidas. Mas ao mesmo tempo vi que a gente vai preenchendo como dá. De que adianta não olhar pro lado e ver que sempre há o que aprender, e do que sorrir...
Ainda não senti o "peso da idade"...Talvez porque ela vá se estilhaçando ao longo dos dias... A cada segundo eu vou aniversariando e celebrando o fato de poder abrir os olhos e enxergar além das janelas...
Foi sim, um feliz aniversário... E espero que os fragmentos de aniversário também sejam felizes. Afinal de contas, estar viva já me é o melhor presente de todos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...