domingo, 25 de janeiro de 2009

O equilíbrio entre ser e aparentar [Tudo de Blog]

Já vivi os dois lados da moeda da popularidade. Na adolescência era a nerd estranha que não sabia se vestir e não tinha qualquer habilidade de comunicação. A passagem pra faculdade me tornou a garota estilosa conhecida e querida por todos e que falava pelos cotovelos. Hoje, passados os dois extremos, sou uma pessoa equilibrada [na medida do possível, é claro]. Já não me escondo no banheiro na hora do recreio [sim! Eu já fiz isso! E não foi uma vez só não...]. Assim como não tenho que parar de cinco em cinco minutos pra cumprimentar alguém no corredor. E devo confessar que gosto bem mais desse equilíbrio do que dos altos e baixos da popularidade. Não que seja de todo ruim ser popular [a menos, é claro, que você seja a popular malvada e sem coração dos vários seriados que conhecemos tão bem]. É sempre bacana ser reconhecida por nossas qualidades. O problema está em deixar de ser o que se é pra aparentar o que os outros esperam que sejamos.

Destilado especialmente para o Tudo de Blog [Pauta: "Ser ou não popular: eis a questão"]

8 comentários:

  1. Populares malvadas, lembrei da Tom Tom de De Repente 30.

    ResponderExcluir
  2. Não existe esse negocio de ser ou nao ser popular, é como um tenis verde querer sempre estar na moda... Alguém [que nao tem o que fazer] diz que a tendencia da primavera/verão é tenis verde, pronto agora ele eh popular, por um periodo de tempo indeterminado... Existem varias modas, do salto alto, da rasterinha, do all-star, da bota de milico e tbm do tenis verde, mas e daí? Ou o tenis verde continua sendo um tenis verde ou vai fingir ser um monte de coisas, soh porque alguem falou que era legal. E é assim que acontece com os humanos também, tem modinha de ser loira, de ser morena, de ser maria-joão, de ter video-game, de viajar pra Disney, de ver anime, de ser emo, de ser NERD.... Existem milhares delas, ai alguem [que tambem nao tem o que fazer] decide que para ser popular voce precisa de algumas delas e pronto, você pode ou não estar incluido na lista dos populares, mas e daí? Eu quero é continuar ser um tenis verde.

    ResponderExcluir
  3. amei a mensagem Flor
    ainda bem que existe pessoas que me entendem !!
    bj Flor :D

    ResponderExcluir
  4. Passei a participar do lado da popularidade a puco tempo, por causa do meu jeito falatorio de ser. E acho que pra todos que fazem parte desse lado não pode se deixar levar pela superficialidade e saber distinguir amigos de colegas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Identifiquei-me na parte em que você se refere às pessoas que se escondem no banheiro na hora do recreio/intervalo hahahah

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Bem pensado.

    Acredito que o equilíbro vem com a idade. É algo que cresce junto com a gente.

    Até que consigamos nos identificar como pessoas inseridas dentro de um contexto (seja ela social, cultural ou qualquer outro) vamos "seguindo" uma certa tendência que nos leva a aparentar ser algo.

    Em determinado momento desenvolvemos opinião crítica e nos situamos. Assim acabamos sendo.

    Quem não passou por isso não cresceu.

    Né?

    (Deusdocéu, preciso parar de ler Emmanuel Kant.rs)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. É...ser popular tem lá seus altos e baixos.
    Nunca fui muito, mas acho que não me adaptaria...
    Tem dias que gosto de ficar quietinha, e o popular não tem muito sossego né?
    Pois bem...

    Gostei muito do blog.
    bjinhus ;*

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...