terça-feira, 31 de março de 2009

Viva a diferença... [Ou uhum, senta lá...]

Já me cansei desse discurssozinho politicamente correto de "viva a diferença!". Tantas vezes usado pra falar sobre opções, sejam elas sexuais, religiosas, políticas ou cor do cabelo. E são sempre os mais hipócritas, do tipo fuifeitonomoldedocomercialdaDoriana, os primeiros a falarem sobre valorização das diferenças, e também os primeiros a não aceitarem alguém por não ter semelhanças com seu narciso.
Hoje li num tópico da comunidade Curitiba para não-curitibanos, um cidadão execrando as pessoas que não são de Curitiba, mas resolveram adotá-la como terra natal. O comentário do ser foi tão infeliz, mas tão infeliz, que me provocou arrepios de raiva! Putaqueopariu, mano! Qual é o problema das pessoas que não aceitam a diversidade, pura e simplesmente? Como aqueles filhosdeumaputa dos Testemunhas de Jeová, que resolvem bater a sua porta no domingo de manhã [parece que escolhem o dia da ressaca mais braba], pois juram que têm a obrigação de evangelizar sua pobre alma. Ah! Vá pro diabo que o carregue! Se eu quiser ser evangelizada [depois de um traumatismo craniano, talvez] eu vou, por livreeespontânea vontade, até um igreja, ou um centro de macumba, whatever... Não preciso de um desocupado batendo na porta da minha casa com a desculpa de que quer trazer cristo até mim, mas na verdade quer mesmo é vender aquela porra daquela revistinha!
Outra coisa que me deixa puta são os evangelizadores da vida alheia. Esses dias fui comprar cigarro, e um velhota que estava atrás, e não tinha diabo nenhum a ver com a história, veio me dar sermão, dizendo que cigarro faz mal, que deixa cheiro ruim, que ela vive falando isso pros filhos dela que são fumantes, blábláblá. Putaqueopariu bicho! Eu sou fumante há 9 anos, será que eu não sei que cigarro faz mal?! Se continuo é porque quero, e ninguém tem nada a ver com isso [vide esse post antes de falar alguma coisa sobre fumantes]. E se ela não consegue convencer nem os próprios filhos, por que demônios vem encher a minha paciência?! Bicho, "prefiro ter um filho VIADO do que ter um filho velha!" [Salve seu Lili!]
E ainda tem aqueles que querem te tirar do fardo horrível da solteirice. "COMO ASSIM você não tem namorado?!"; "Mas como você mora sozinha, sem ninguém por perto?!". Ah pronto! Como se o fato de eu não ter namorado fizesse de mim uma pobre coitada, que espera a morte silenciosa, enquanto toma conta do gato. Eu não tenho gato, cacete! E não preciso da dó de alguém por uma coisa que não me faz sentir dó de mim mesma! Não tenho namorado. Ponto. Vou fazer o quê? Chorar todos os dias assistindo soapopera?! Eu não! Vou é cuidar da minha vida, que ganho mais.
E se algum estrupício vier me dizer que esse post é devido a TPM, que vá pros quintosdosinfernos! TPM é uma doença séria, com alterações hormonais cujo desequilíbrio causa uma série de desconfortos para uma mulher. Agora o caboclo acha que não, que se uma mulher não dá sorrisinho e o chama de benzinho, ou 'tá com TPM ou é mal comida.
Já não basta eu ter que conviver com o fato de que não sou modelete-atriz-da-globo? Já não chega eu ter que aceitar que sou nerdpracaralho, e que a maioria dos homens não suporta isso? Já não chega a discriminação com meu cabelo curto, [que é curto porque eu sou preguiçosa]? Agora tenho que aturar discriminação de gay também? "Como assim você é hetero?! Todos somos gays lá no fundo." No seu fundo eu não sei, agora no meu não tem nada de gay, minha filha! A que ponto chegamos minha gente, eu ser julgada porque sou hetero?! Não são eles que vivem dizendo o quanto é ruim ser discriminado pela escolha sexual?! Meu, prefiro ter um filho viado do que ter um filho que acha que todo mundo tem que ser gay!
Sei que nossas vidas não devem ser guiadas pela opinião de todo mundo. Que muitas vezes devemos não dar ouvidos às balelas que nos falam. Que devemos sim ser felizes como somos, e que nossa liberdade termina no exato momento em que começa a do próximo. Mas tem hora que evangelização demais cansa. Torra minha paciência. Acaba com meu bom/mau humor...
É nessas horas que me reconheço no Seu Lili. Orra bicho, prefiro ter um filho VIADO do que um filho evangelizador. E tenho dito!

Ps: Pra quem não conhece o Seu Lili, AQUI um de seus mais célebres trabalhos. Corre lá porque é bom demais!!!
Ps2: Sorry àqueles que não estão acostumados, pela quantidade de "palavras de baixo calão". Sinto dizer que nem sempre sou poesia. Na verdade, na maioria das vezes, estou mais pra acidez e ironia machadiana do que pra poesia de Drummond...

Companhia musical: Iron Maiden

8 comentários:

  1. SOU DE CIDADE PEQUENA E TODA VEZ QUE VIAJAVA ALGUEM IA PERGUNTAR OU "AVISAR" PRA MIMNHA MÃE QUE EU DE REPENTE, TAVA GRAVIDA E DEI UMA ESCAPADINHA PRA ABORTAR.
    PIOR QUANDO FIQUEI GRAVIDA MESMO, TODO MUNDO QUERIA SABER QUEM ERA O PAI, ISSO PORQUE EU JÁ TAVA JUNTO COM O FULANO HÁ 8 MESES E ERA O CARA MAIS CONHECIDO DA CIDADE

    PIOR... QUANDO DESMAIEI, PQ TAVA GRAVIDA, O MEDICO ME ACUSOU DE ESTAR DROGADA E COLOCOU ISSO NO MEU PRONTUÁRIO... ELE QUASE MORREU DEPOIS E FOI DEMITIDO, PQ NÃO DEIXO NADA BARATO

    E OUTRO DIA FUI COMPRAR SERINGA NA FARMÁCIA, PRA DOSAR O REMÉDIO DA MINHA FILHA E A ATENDENTE ME PERGUNTOU O QUE EU IRIA FAZER COM A SERINGA ( EU DEVIA TER ENFIADO NO ...)
    MAS SOU MUITO TRANQUILINHA PRA FAZER ISSO
    GRITEI EM ALTO E BOM SOM NA FARMACIA QUE EU QUERIA A SERINGA PRA ME DROGAR
    A MULHER TEVE UM TROÇO
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


    MAS NO FINAL EU SEMPRE ME DIVIRTO, E ME SURPREENDO PQ AS PESSOAS QUE ME APÓIAM SÃO SEMPRE AS QUE EU MENOS IMAGINAVA


    E A PROPOSITO, JÁ FUI TESTEMUNHA DE JEOVA, ATÉ OS 7 ANOS, NÃO POR OPÇÃO, MAS PQ MINHA MÃE, COMPULSIVA POR IGREJAS ME OBRIGAVA... FUI EXPULSA PQ ME RECUSEI A VENDER REVISTINHA E PQ NÃO TENHO MEDO DE MORRER NO ARMAGEDONNNN, QUERO É DANÇAR MUITO NESSE DIA
    KKKKKKKKKKKKKK
    UM BEIJO MALUQUINHA E OBRIGADA PELA RETRIBUÍÇÃO... QUANDO PRECISAR TÔ AQUI

    ResponderExcluir
  2. Olá, Patrícia, olha menina a cada dia eu me identico mais com você, sabia? Deteeesto essa gente que fica passando sermão. Sou fumante há anos tb e às vezes ouço essas coisas. ÔOO gente para se meter na vida dos outros, né? Isso dos outros implicarem com a solteirice alheia é um saco tb. Sou a única e recente solteira da família e de vez em quando escuto piadinhas maldosas. Santa ignorância!!
    Adorei o texto, me diverti!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Patrícia,
    obrigada por passar pelo meus blogs .
    Ah, sim ... Também amo aquele layout .
    Quanto ao homem perfeito ... Quem sabe um dia ele dê as caras ? Mas gosto do quase perfeito que tenho :)
    Fico feliz por você vizitar lá, porque sei que vivemos em fases diferentes você, ADULTA e eu uma ADOLESCENTE (na maioria das vezes em crise) . É difícil entender cada uma ...
    Um beeeijo, minha Pirota !

    ResponderExcluir
  4. hahahahaha
    Melhor prá fora do que p´ra dentro, né?
    Amei o vídeo, supercoincidência, vi hoje que vai ter terça-insana em Curitba, só que tá custando os olhos da cara, rsrsrsrsr
    Bjjins

    ResponderExcluir
  5. pra tentar manter o caminho do texto:
    Prefiro não ter filhos a ter filhos que não sejam pelo menos 30% que nem você, guria!

    e sabe que é verdade!

    Saudade de tuas patadas de amor!
    uehuehuhue
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. " Não preciso de um desocupado batendo na porta da minha casa com a desculpa de que quer trazer cristo até mim, mas na verdade quer mesmo é vender aquela porra daquela revistinha . "
    Nem fala, Pirota ... Aqui eles costumam aparecer no sábado, um dia vieram me perguntar qual era o nome do filho de Deus . Eu disse que era Jesus, e sabe o que o cretino disse ? Não, o nome dele é Messias, olhe aqui na bíblia . Fiquei com uma vontade de pegar aquela bíblia e jogar na cara dele . Não dava no mesmo, PORRA ?! Jesus e Messias não são a mesma criatura ?
    Minha fé, quem cria sou eu merda !

    ResponderExcluir
  7. Ooora, mas tem gente que tem que se meter em tudo, não? Vê se pode, a velha atrás de ti na fila dando palpite sobre tua vida!? Ahhh, vá se ferrar! aheaheia Tem gente que não controla a própria vida e quer dar dicas de como o outro deve viver a dele. Manocu, hein!
    ;*

    ResponderExcluir
  8. Digamos que você seja uma adolescente livre e feliz, e todo fica fica: "não vai arummar namorado não? não vai arummar namorado não?", de repente você está namorando, "não vai casar não, não vai casar não", você casa, "não vai ter filho não, não vai ter filho não?", você engravida, "é menino ou menina? é menino ou menina?", você faz a Ultra e descobre, "qual o nome? qual o nome?" você escolhe o nome, "mas por que esse nome? por que não esse ou aquele"? Registrou a criança... "não vai ter um irmãozinho não? não vai ter um irmãozinho não?" E começa tudo de novo... Ufa!!!
    Esse é apenas um pequeno fragmento da vida de um ser humano que é obrigado a passar a existência inteira tendo que ouvir perguntas e cobranças cretinas. Não importa se você responde ou não, se corresponde às espectativas ou não, vão continuar pentelhando... Se resolver mudar o rumo, então, fudeu.... :o)

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...