terça-feira, 7 de abril de 2009

Delete depois de ler...

Já que havia dito no post anterior que segunda-feira é o dia dedicado a sutil arte da procrastinação, decidi fazer uma coisa que há tempos penso em fazer, mas sempre dá aquela preguiça [p.s.: já que hoje já é terça! Yey!]: apagar os recados do meu scrapbook no orkut. E então ocorre a pergunta "Por que diabos apagar?".
Essa semana pensei muito em meu passado. Revi meu fotolog [que em breve tambem será devidamente apagado]. Assisti uns episódios de Carrossel. Ouvi músicas dos anos 80 [É impressão minha ou quem nasceu no início dos anos 80 é saudosista por natureza?!]. Revi fotografias de quando era criança [devidamente surrupiadas da senhora minha mãe]. Enfim, fiz um check list do meu passado [só faltaram os diários, mas estes estão guardados a sete silvertapes na casa dos pais].
Ao olhar meus mais de 6000 recados no orkut, percebi que aquilo contava minha história. E em muitas páginas, partes que eu não gostaria de lembrar. Ou então partes tão boas que me dava tristeza de pensar que passaram. Fui lendo, rememorando [chorando ocasionalmente, confesso. Afinal de contas, meninas más também choram!] e apagando. E, influenciada pela citação de Quintana que postei há alguns dias, resolvi que quero viver meu presente.
Meu passado foi incrível! Dentre todas as fases da vida que ficarampra trás, não há uma que eu olhe e não diga: valeu a pena! [mesmo a fase em que eu era uma loser e passava o recreio escondida no banheiro, mas isso fica pra outro post]. E hoje, eu sou uma colcha de retalhos feita de todas essas fases que se foram, e costurada pelas pessoas que passaram pelo meu caminho. Há costuras que continuam sendo feitas, enquanto há outras que passaram por mim apenas para me ajudar com alguns retalhos, e seguiram seu caminho. E cá fiquei eu.
Quero viver meu presente, e pensar que ele será um retalho importante na colcha de retalhos futura. É claro que meu passado irá me acompanhar, afinal de contas, ele sou eu, ou eu sou ele. E que eu sempre vou olhar pras fotos antigas [Gente! Por que diabos essas fotos antigas tem que ser tãããão medonhas?!] e lembrar com saudades. Mas prefiro apagar meus rastros públicos de outrora. E continuar a caminhada nos tijolos nem sempre amarelos do presente.

E você, também dá um delete no seu passado vez ou outra?

Companhia musical: Perfil - Fábio Junior [Rá! Quem diria que eu escuto Fábio Junior?! Coisas dos anos 80, minha gente!] e Meu primeiro Amor -Perla [Lembra que eu falei dos anos 80?!]

2 comentários:

  1. Legal o texto, e a citação do Quintana também. Acredito nisso sempre, temos que viver o presente. O passado fica nas nossas memórias e o futuro...um dia ele virá. :)

    ResponderExcluir
  2. Um bom motivo pra deletar os scraps é q eles ocupam espaço dos servidores do orkut, deixando-o mais lento do que deveria. Antigamente isso era um problema, hj em dia nem tanto =P
    Mas faz bem em querer viver o presente. Sempre digo que quero fazer isso, dae vem o passado me assombrando e coloca tudo a perder, rs. A gente nunca pensa em como é difícil deixar o passado pra trás.
    Adorei a metafora da colcha de retalhos! Nunca tinha pensado sobre isso... dá uma música legal... *pensa*
    bjo

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...