domingo, 24 de maio de 2009

Bye bye sedentarismo!

Essta semana tomei uma decisão muito importante nessa minha vida de cão: deixar de ser uma vampira sedentária! E dessa vez é sério! Desde domingo passado parei de ir dormir quando o sol está raiando e acordar perto da hora em que ele se põe. Você deve estar se perguntando: Mas o quê diabos essa menina faz que pode dormir e acordar nesse tipo de horário?! Devo dizer que tenho o melhor emprego do mundo! Sou mestranda/bolsista [da generosa e querida Capes] em fase final de dissertação. O que significa que sou paga pra fazer as duas coisas que mais gosto no mundo: ler e escrever. E como o senhor meu cérebro se rebela contra a luz solar, trabalhava durante as noites e madrugadas. Mas, [in]felizmente, já não sou uma mocinha que acabou de entrar pra faculdade e ainda tem a saúde novinha em folha, pronta pra ser devorada pelos maus hábitos da vida adulta. Sou uma quase balzaca, fumante, bebente e sem vergonha na cara!
O pior é lembrar da minha supersaudávelquaseirritante adolescência. Até meu primeiro ano da faculdade, eu era uma atleta. Sim! Daquelas que treina 6 horas por dia, não fuma, não bebe e se alimenta corretamente. Era integrante de seleções da cidade, das escolas, de faculdades. Metade do dia era dedicado aos livros e a outra metade à bola [Joguei Futebol semi-profissional por 10 anos. E basquete estudantil por 9]. Mas assim que botei os pezinhos na faculdade, troquei a bola pela cachaça e pelo cigarro. Troquei a boa alimentação por salgados gordurosos. Troquei o leite pelo café. Troquei as noites de sono por bares. Troquei uma vida por uma sobrevida sedentária. E então me tornei professora. Dando aulas em 3 períodos. A desculpa perfeita pro sedentarismo. Ah! Eu não tenho tempo. E fui levando essa desculpa com a barriga [cada vez maior, diga-se de passagem]...
Até essa semana! Quando parei pra pensar que o único exercício que faço é ser amélia, e que daqui uns dias as células do meu corpo já não se renovarão mais tão rapidamente. E então levei um susto! Resolvi criar o meu S.A. [Sedentários Anônimos], e tentar o tal do um dia de cada vez. A primeira medida foi dormir e acordar cedo. No domingo foi um martírio! Na segunda já foi mais tranquilo. Na terça levantei assim que o despertador tocou. E hoje nem precisei de despertador! Sem contar que, ao disciplinar o corpo pra acordar, ele também se disciplina pra dormir. Ou seja, deu meia-noite a máquina pára e não tem outro jeito senão deitar.
A segunda medida foi a reeducação alimentar. Não que eu comesse muita tranqueira. Na verdade, não como nada de tranqueiras! E doces só passam pela minha boca lá de vez em quando... Mas eu tinha o péssimo hábito de só comer uma vez por dia. Lá pelas 7 da noite me dava fome, eu comia feito uma pedreirinha, e pronto. Agora estou me disciplinando a comer as tais 5 refeições diárias. No domingo não consegui. Na segunda tomei café da manhã meio obrigada, mas almocei e jantei no horário certo. Na terça, já acordei com fome. E ela se repetiu nos horários do almoço e do jantar. E hoje o organismo já estava totalmente habituado às tais 5 refeições.
A terceira e mais difícil de todas foi a de caminhar uma hora por dia. No primeiro dia parecia que tinha levado uma surra! Mas hoje nem doía mais nada! Aliás, depois de caminhar, meu corpo produziu adrenalina que é uma beleza! E parecia que eu tinha tomado uma injeção de ânimo.
Ainda é muito cedo pra eu afirmar que não vou mais sucumbir à tentação dos maus hábitos. Mas estou certa que dessa vez não me deixarei abater tão cedo! E, no fundo, essa coisa de vida saudável está até me ajudando nos estudos. Já que fico mais feliz, mais bem disposta e com o cérebro menos cansado. Sei que sou uma privilegiada, por poder fazer meus próprios horários. Mas acredito que mesmo quem tem os horários contadinhos, deveria repensar seus hábitos, também. Dormir bem, se alimentar de forma saudável, caminhar ao invés de dirigir, tomar bastante água. Tudo isso não é só balela de academias e revistas de saúde.
A gente se ocupa tanto do que está a nossa volta, que acaba, por vezes demais, se esquecendo do mais importante: de nós mesmos. Nunca sobra tempo pra dar uma voltinha na rua, ou pra passar um hidratante, ou pra sentar, esticar as pernas e comer uma maçã. Há sempre o trabalho, a família, os afazeres de casa, o cursinho, a faculdade, os namorados... E acabamos acordando correndo, almoçando em frente da televisão, deixando o esmalte descascado, a barba por fazer...
Não estou dizendo que devemos mandar tudo a putaqueopariu e ficarmos o dia todo com as pernas pro ar. Mas acho que não custa nada dar uma esticadinha nas pobrezinhas assim que se chega em casa. Dar aquela respirada e descansar nem que seja por cinco minutinhos. Ou então ir naquele parque perto de casa no fim de semana, pra sentar na grama e tomar sol. Ou trocar aquele salgado do lanche corrido da tarde por uma banana. Digo isso porque pra mim deu certo. Hoje posso afirmar que estou bem mais feliz, bem disposta e menos cansada do que há 8 dias atrás. É claaaaaro que não vou me tornar uma ratinha de academia! Afinal de contas, já gasto meu tempo sendo rata de biblioteca. Assim como também não vou parar de fumar, tomar café e beber; do contrário seria saudável demais, e meu corpo poderia achar muito estranho e parar de vez! [Mas sou obrigada a confessar que estou gostando dessa tal vida saudável...]

E vocês, também são casados com o sedentarismo? Ou têm uma vida saudável? Conta pra mim vai...

Companhia musical: Feijoada Completa [álbum] - Chico Buarque

7 comentários:

  1. estou tentando acustumar meu organismo a dormir e acordar cedo sem precisar de um longo cochilo a tarde todo santo dia. Pena que eu demoro mais pra me acustumar.
    Você vai conseguir.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eita mulher!!! adoro passar por aqui; a versatilidade, a fluidez com que escreve e descreve é fantástica! Tá vendo minhas mãozinhas aplaudindo vc? que peninha! Tua saúde agradece por esse gesto tão renovador. TEnha a certeza que sua decisão foi a mais acertada e daqui alguns anos verá os resultados. Sei o quão difícil é abdicar de certos prazeres mas é preferível abdicar a êles que à vida!Isso não quer dizer que vc não deva mais encontrar amigos nos finais de semana; que não poderá mais tomar tua cachacinha, fumar teus cigarrinhos e namorar muito; em uma semana deu para sentir os milagres que a disciplina e a boa vontade fazem.
    Tomara todas as mulheres (inclusive essa pazza que escreve) tivessem o mesmo pulso firme quanto você..
    E hoje? tá fazendo arrumação na casa, cozinhando? Já foi fazer uma caminhada? Daqui a alguns dias mudará o conteúdo das crônicas que passarão a ser " dicas de bom viver" ou de auto-ajuda!!!!
    bjs Dolly

    ResponderExcluir
  3. Pat minha amiga, fiquei muito feliz de saber as transformações que anda fazendo na sua vida. Eu confesso que já fui mais saudável e disciplinada nesse sentido. Dei uma relaxada no ano passado e agora aos pouquinhos estou retomando os meus bons hábitos. Nada como a gente começar o dia depois de uma boa caminhada, né? Eu também sou fumante e muito chegada numas bebidinhas, rs. Então para compensar esse lado tenho que caprichar nos exercícios e na alimentação. Nem sempre tenho conseguido, mas não vou desistir não. E espero que vc também continue assim! Mais para frente conta para gente se tá conseguindo, tá?
    Beijos mil,
    Isa.

    ResponderExcluir
  4. Ahh, parabéns!! Vc tá conseguindo um grande feito, porque o mais difícil de mudar os hábitos é se acostumar com eles. Depois a gente até acha normal!! hehehehe..
    Não fumo nem bebo, e por problemas gástricos dei um tempo no refri, e bebo no máximo um copo se estou em festas ou atá mesmo em almoços especiais. Só que sou chocólatra assumida!!! Amo trufa de maracujá e só não como tds os dias pq levo o dinheiro necessário pro pão de queijo no cursinho [daí não tem como comprar doce]... hhehehe... mas mesmo assim ando sedentária... Sempre fui, e só comiga besteira, até passar por uma depressão horrenda que aumentou meus quilinhos e me deixou muito cansada pra subir escadas... Quando fazia academia [pq nunca lembro de caminhar] tudo mudou, e até hj mantenho alguns hábitos alimentares saudáveis, como comer muita salada e cortar as fritas... mas qd a tmp ataca, lá vai chocolate, e andava sem tempo pra malhar. Mas tudo vai mudar, primeiro que eu tava decidida, e seu post me animou ainda mais!!! hehehehee... continue assim!!!

    bjusss =**

    ResponderExcluir
  5. Oi, Patrícia!
    Já te falei, né? Estou tantando deixar de ser sedentária também. A noite pelo dia nunca fui de trocar. Não como 5, mas 4 vezes por dia (não faço lanche entre o café da manhã e almoço). Costumo comer coisas saudáveis e já comecei minhas caminadas. Acho que estou no rumo certo, viu? Oh! Tô ganhando de você porque não bebo nem fumo... :D

    Oooooolha que estou de desafiando? ...kkkk...
    Tô brincando, bonita...ehehehe...

    Espero que teu fi-de-semana esteja bem gostosinho... :)

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Amiga! Vou te confessar que adoro dormir tarde e acordar tarde também! Mas não é sempre que posso... Para compensar tenho uma alimentação saudável e faço exercícios físicos 6 dias por semana. O que mais me dá prazer é correr, para mim funciona como terapia. Bjokas flor.

    ResponderExcluir
  7. Compartilho dessa mesma opinião, Pati.
    Durmo no máximo 6 horas por dia, mas, para mim, é o suficiente.
    Adquiri uma vida mais saudável depois de ter que tratar de um problema ortopédico no meu joelho e ser obrigado diariamente a frequentar academia pra realizar tal feito, devido à indiação da fisioterapeuta.
    Além disso, passei a comer melhor. Senti, depois de um tempo, melhora no meu rendimento diário.
    Mas, claro, não largo de uns vícios hahaha

    Beijão querida

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...