domingo, 28 de junho de 2009

De quando a coragem se esconde embaixo das cobertas...

Que atire o primeiro sabonete [Dove, de preferência] quem nunca ficou sem coragem de tomar banho no frio! Ou então a primeira latinha de cerveja [porque estou com vontade de beber] quem nunca deixou uma obrigação abandonada pra ir fazer qualquer outra coisa que o livrasse do sentimento de dever descumprido. Fato é que, quando se trata de afazeres, a tal procrastinação não atinge apenas nossa vida profissional. E, muitas vezes, em especial nesse frio do cão, nossa coragem se esconde muito bem escondidinha embaixo das cobertas; lugar no qual a dona dela também queria estar.
Todosantodia encontramos alguma coisa que teste nossa coragem. Seja lavar o rosto de manhã numa água mais gelada que a da geladeira. Seja enxotar a preguiça e caminhar 20 quadras até o mercado porque o açúcar acabou [Porque café sem açúcar é um martírio!]. Seja arrumar aquela papelada que se acumula na gaveta da escrivaninha [que saudade que eu tenho daquelas escrivaninhas de verdade... Essas mesinhas de computador de hoje não tem o mesmo glamour daquelas mesas pesadas de madeira de antigamente]. Seja tirar as teias de aranha do teto [que no meu caso nem é tão difícil, já que consigo alcançar o teto sem a ajuda de banquinhos, de tão baixo que o trem é]. Seja tomar vergonha na cara e depilar as pernas, que já estão parecendo de um macho.
Quando se trata de coisas a fazer, sempre nos vemos diante de duas alternativas: fazer o que deve ser feito na hora, ou então arrumar uma desculpa e deixar pra depois. É claaaaro que deixar pra depois é mais confortável, mais cômodo, e, dentro de nossa mente tomada pela estrupícia da preguiça, é até mais prático. Mas, uma hora o tal do depois chega! E se tivermos deixado tanta coisa pra depois, vamos acabar não dando conta, e a vida vai virar uma zona. Veja só nosso país, que sempre foi o país do futuro. Sendo o futuro apenas um tempo verbal da nossa querida língua, nosso país nunca é, nesse nosso tempo presente, que é o único que importa, que é o único que faz com que o abstrato futuro um dia se torne presente.
O jeito é ser forte, e resistir até o fim à vontade de nos juntarmos à dona coragem embaixo do cobertor. E ir arrumando alternativas, às vezes simples, às vezes malucas, pra não deixar que o futuro tome conta de nossas vidas.
É feio dizer isso, mas nesse frio que congela meu cérebro, a vontade de tomar banho é diminuida graças ao medo de ter uma hipotermia. Mas, como eu não consigo ficar sem um abençoado banho, que além de lavar o corpitcho, me lava também a alma [Por falar em banho pra lavar a alma, a Hazel, do Casa Claridade deu umas dicas ÓTIMAS de banhos pra alma, nesse post AQUI ó!], tive que fazer umas gambiarras na vida, pra me adaptar ao frio. Sempre tomo banho antes de o sol se pôr [isso é, quando o sol resolve dar às caras por aqui]; além disso, faço exercícios de alongamento, que além de fazerem bem pros meus quase inexistentes músculos, esquentam o corpo. Daí, depois do alongamento, vou correndo pra debaixo do chuveiro, e me delicio com a água quente.
E o que dizer da preguiça de passar hidratante no corpo depois do banho?! O pior é que é no inverno que nossa maltratada pele mais precisa de hidratação. Mas depois que você sai do chuveiro, a única coisa que quer é enfiar a roupa no corpo, com a rapidez de um velocista de 100 metros! E a pele, coitada, fica mais seca que o Deserto do Saara. Mas, sempre há um jeito. Eu descobri os óleos corporais, daqueles pra passar no banho, e que fazem um milagre e tanto! É só passar o trem enquanto ainda está ali, embaixo da água quentinha, que a pele já agradece. E se não der pra comprar aqueles óleos cheirosíssimos da Natura ou similares, [que é o meu caso] vai de óleo de amêndoas mesmo, que vende na farmácia, é super baratinho e faz um serviço tão bom quanto.
Quanto a gaveta abarrotada de papéis, criei um esquema que me parece bastante eficiente. Abarrotei a gaveta de coisas úteis - cabos do computador, itens que carrego na bolsa [e que sempre que chego coloco na gaveta, porque tenho mais bolsas do que uma pessoa normal deveria ter. E, ao deixar as coisas nas gavetas, não fico puta ao chegar em algum lugar e descobrir que esqueci o que estava precisando], coisas de papelaria, e afins - desse jeito, não sobra espaço pros papéis, e sou obrigada a me livrar deles assim que chego em casa.
Quanto aos afazeres. Bom, esses eu ainda não consegui dar um jeito de todo. Tanto é que ao invés de escrever a dissertação, estou aqui, escrevendo no blog. Mas me dou um desconto, afinal de contas, se reduziram o IPI, porque diabos eu não posso reduzir minha cota de culpa?!
O importante é criar uma rotina, essa, tão temida pela maioria das pessoas, mas que, quando bem utilizada, é uma mão na roda nessa nossa caótica vida! E sempre que eu resolvo derrubar minha rotina, o companheiro Murphy se aproxima e avacalha com meu dia. Tanto que ontem, resolvi que não ia deixar o café pronto na cafeteira, só esperando pra ligar o botão, porque fui me arrastanto pra cama, de cansaço. E então hoje, ao ir, sonolenta, fazer meu café, o estrupício do Murphy me fez derrubar pó de café no chão! Filhodaputa! Mas também, bem feito!, quem me mandou querer derrubar o sistema?!

E vocês, também brigam com a preguiça e vez ou outra vão se esconder debaixo das cobertas com ela? Ou nunca deixam nada pra depois? E se a resposta for a segunda, me ensina como faz?! Conta pra mim, vai!


Ps: Minha gente, obrigada pelos comentários no último post [e em todos os posts!]. Devo dizer que me delicio sempre com as palavras de minhas queridas [e às vezes meus queridos] amigas/leitoras. É como se em meu texto ficassem reticências e os comentários fossem os responsáveis por completá-lo, enriquecendo a discussão. Então, se você não tem o costume de comentar, mesmo assim vá até a página de comentários, e leia as maldades alheias! Garanto que vale muito a pena!

Ps2: Será que alguém percebeu minha sutil tática de deixar o link dos comentários lá em cima, pra ver se mais gente se sente animada a participar? =)

Ps3: Dolly! Bem vinda de volta ao mundo virtual, minha Chicabum!!! Você fez uma falta danada, e morri de saudades de seus posts e sua presença! Espero que esteja tudo bem, e que você não se comporte mais como uma MininaMá e nos deixe morrendo de saudades =)

Ps de última hora: Minha gente! Não sei o que demônios anda acontecendo com o Blogger. Mas o fato é que não consigo comentar em muitos blogs. Alguém sabe o que acontece? Será que ele 'tá cansado?


Companhia musical: Zeca Baleiro - Perfil

Companhia Literária: "Deixem o futuro dormir como merece. Se o acordarem antes do tempo, teremos um presente sonolento" [Franz Kafka]

9 comentários:

  1. Amadíssima,será que estou mesmo de volta? sabe de uma coisa? tudo isso que escreveu parece que foi escrito para o momento que vivo.
    Tenho uma certa rejeição a esses fanatismos que de rotina não tem nem jeito, pois minha mãe é até hoje, e olhe que já está chegando aos 90, maluca por faxina e organização.
    Não que eu seja relaxada, aliás não sou nem um pouco mas, percebi com o tempo, com a vida, que muitas dessas loucuras podem ser adiadas. Claro que não me refiro á higiene pessoal mas casa? ah cara minha, já fui fanática, maluca de raspar chão semanalmente de joelhos. Sempre fui avêssa a empregadas porque todas davam pouco e levavam muito até que decidi que " quem quer faz, quem não quer, manda!"... Casa organizada para quem vive na loucura dos dias atuais, DU-VI-DOO-DÓ! só quem tem empregada mesmo..Agora uma coisa é certa, minhas gavetas e documentos são super organizados assim como meus materiais de artesanato..o resto? nai, nai...varro, limpo mas sem paranóia! e sabe o que descobri nesses dias de sono intenso por conta dos remédios? DORMIR É A MELHOR COISA DO MUNDO! Pensa que dormi praticamente 20 hs por 5 dias..meu corpo relutava em sair dos lençóis e a casa? dane-se...
    Assim minha amadinha, não se sacrifique por aquilo que poderão ou não pensar de você...quem quiser que venha te dar uma mão; claro que hoje penso assim porque não enfrento mais o frio..nem sei o que é frio..sei o quanto é duro sair dos lençõis, o quanto a água é geladissima...no mais amore, chute, chute mesmo com todas as tuas forças porque nenhum ser humano merece uma rotina sacrificante, maçante que consuma nossas energias..FAça aquilo que te é possível e relaxe..um determinado dia você vai despertar cheia de vontade e em dois tapas organiza tudo!
    Beijocas e boa semana
    Chicabum

    ResponderExcluir
  2. uaaaaai, pensei que era a única que achava que tomar banho no inverno é um verdadeiro martírio... percebo que não estou só. ;D iaheoihoeiha

    ;*

    ResponderExcluir
  3. Preguiça é meu sobrenome... por exemplo, tenho uma prova amanha e não toquei no resumo. to aqui comentando nos blogs... hehehehehehe... smp deixo tudo pra dps, maRdito adiamento...
    Aaah, sds daquiiiiii...
    Beiijoos =)

    ResponderExcluir
  4. hahaha,com certeza...preguiça é comigo msm,naum me sinto nem um pouco bem em dizer isso.
    Mas,fazer o q neh,a culpa eh do frio!!!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Como dizem os físicos, todo sistema prefere ficar no estado de menor energia, assim, conosco não poderia ser diferente... é muito mais interessante adiar as tarefas a resolver logo o problema, afinal tem situações que para sair de inércia o gasto de energia é tamanho que só de pensar é melhor desistir...hehehehe!
    Acho que o segredo todo é disciplina, se vc tiver certa disciplina para as tarefas que realmente forem importantes no momento, tenho certeza que a recompensa valerá o esforço... por exemplo, tenho acordado todos os dias da semana às 6:30 da manhã para fazer exercícios... afinal de contas "no pain, no gain"... é claro que sempre a maldita preguiça quer me dominar, mas dai eu penso no meu bem estar pós-exercícios e isso ajuda a sair da cama... mas confesso que o gasto de energia é descomunal!!
    Mas é claro que no fim de semana a preguiça sempre ganha e fico na cama até doer as costas...hahahaha!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Patrícia!
    Afff! Até parece que não morro de preguiça de um mooooonte de coisas... ehehehehe...
    Mulher, tomar banho e passar hidratante com esse frio é sim um martírio. Pelamor! Faço porque, que jeito? :D

    Casa? Sou paranóica não, fêmea! Gosto de tudo em ordem porque o contrário me tira do eixo, é fato. Mas, oh! Tem horas que há outras prioridades para mim, e eu mando o sentimento de culpa catar coquinho...ehehehe

    Vixe, Patrícia! Ando comentando um bocado...

    Mas, sabe o que é? É que me sinto a vontade para comentar no teu blog, bicha. Aí, viajo na maionese e digito pelos cotovelos. ;)

    Ei! Eu vi que você levou o link dos comentários para perto do título do post. Achei massa! Quem sabe assim o povo não se anima a entrar mais no “trololó” por aqui, né? ;)

    Bom fim de Domingo para você. :)

    ResponderExcluir
  7. Eu confesso que já deixei de fazer muitas coisas por causa do frio... neste exato momento mesmo, em que eu deveria estar me barbeando =P

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Eu fiquei perdida nos comentários porque achei que fosse um subtítulo, entendeu? Até pensei também que tinha pulado algumas maldades alheias. Sou muito desligada e não lembrava que o sistema ficava no alto.

    Sou muito friorenta e tudo que faço nesta época me custa. Um bom investimento talvez seja um aquecedor portátil. Tenho um que carrego para todo lado, até mesmo quando viajo. Ligo no banheiro um pouco antes do banho, no quarto para dormir ou em outro ambiente que irei ficar parada, isto quando estou em casa.

    Lembro que antes d'eu ter a idéia de adquirí-lo, o banho era feito na base do 1,2,3. Ligava o chuveiro e contava 1,2,3: tirava a roupa correndo - contava 1,2,3: para criar coragem de entrar no chuveiro e passava sabonete correndo e para sair: 1,2,3 e já!! me enxugava correndo e do mesmo modo colocava a roupa. Saia do banho quentinha!! :=)))

    Hoje faço um pouco diferente; uso óleo mineral ou infantil na pele antes de entrar no banho, massageando o corpo para ativar a circulação e retirar as peles mortas. Tomo o banho normalmente e como usei o óleo, não preciso passar o hidratante, que invariavelmente está gelado. Uso hidratante somente nas partes em que ficarão expostas ao frio, tipo rosto e mãos.

    Eh, tenho mó preguiça de passar cremes e lembrando o lance da faxina no banheiro; quando temos vontade de fazer algo, não postergue, faça logo antes que a vontade passe! (rs*)

    Beijus

    ResponderExcluir
  9. Ah, eu acho impossível alguém ter dito pra você que não procrastina pelo menos uma coisa nessa vida.
    Eu não sou dessas pessoas que gostam de deixar as coisas para a última hora, o que não me impede, claro, de deixar para a última hora uma ou outra coisa.
    Não dá, tem horas que a preguiça é mais forte que a gente, fato.
    Bjitos!

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...