segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Samba do crioulo doido highlander!

Parafraseando um de nossos fantasmas famosos: se é pelo bem de todos, e felicidade geral da nação, digam ao povo que volto!

Depois de uma semana tenebrosa, cheia de frio, raios, trovões e nem um raiozinho de sol sequer, cá estou eu. E não sei nem por onde começar... Mas, ‘bora lá.

Não me ausentei porque o travesseiro ficou bicudo de eu ter reclamado dele não, viu. O trem continua mágico. Foi a Dona Dissertação que resolveu me pegar pelos cabelos, e nos últimos 7 dias eu vivi, respirei, bebi e comi dissertação. Praticamente uma semana e meia de amor com a estrupícia. Mas que ela ficou uma beleza, ah!, isso ficou!

Eu até tenho uns textos arquivados na manga, mas não gosto de vir aqui, de fininho, deixar um texto, e não poder participar do “trololó” [como diria a querida Lidi] depois. Não vejo graça em postar e não poder ir em um por um dos blogs queridos e ler, comentar e agradecer o carinho...
Aconteceu com o último post porque eu não tinha idéia que a Dona Dissertação ia me raptar...

Mas, agora respirei um pouquinho, e voltei cheia de coisa pra falar! Então, senta direitinho aí nessa cadeira que lá vem história!

Primeiro, quero agradecer imensamente os comentários de quem notou minha ausência, e me deixou um beijo com saudades. Saibam que a saudade foi totalmente recíproca, viu. Assim como o carinho. É incrível como o vínculo criado através das palavras nos faz falta. Todo dia enquanto escrevia freneticamente a dissertação, ficava pensando o que havia de novo na blogosfera, e em quantos textos ótimos eu estava perdendo de ler, e na saudade que eu sentia das pessoas daqui...

E pra aumentar minha alegria em proporções exorbitantes, eis que me deparo com esses 3 posts:

Um da Luma, do Luz de Luma, yes party, falando aqui sobre o caso do roubo dos meus textos, do jeito pontual e bem escrito que só a Luma consegue fazer. Foi tão bacana ver uma amiga [porque sim!, podemos ser amigas ainda que virtuais] tomando meu partido, sendo companheira, que o furacão de palavras aqui ficou sem nenhuma pra poder agradecer.

O outro post foi da Isabela Katrup, do Arrumadíssimo. Um post delicioso, falando sobre o cafofo, e indicando a leitura.

E um da Lidi, do Bicha Fêmea. Ela falou aqui de um jeito tão gostoso do Ainda MininaMá, que eu fiquei faceira que só!

Esses três blogs fazem parte não só da minha lista de leitura diária obrigatória, como suas donas são minhas amigas, que infelizmente estão longe do corpitcho, mas que estão bem, mas bem pertinho da minha alma. Muito, muito obrigada meninas!

E por falar em amizade, andei pensando sobre os laços que criamos nessa rede, que de tão grande deve ter sido tecida pela Aragogue [Oi? Perdeu a referencia? Harry Pottah, rapaz!]. Hoje, grande parte das pessoas que considero especiais e integrantes da minha vida está na internet. Seja aquelas que conheci “ao vivo”, e que, graças a estrupícia da distância, estão separadas de meu corpo, mas perto da minha alma. Seja aquelas que conheci na internet, e que, graças a invenção da tecnologia estão perto da alma e dos ouvidos [Thanx Mr. Bell!].

Tem gente que diz que quem vive na internet não tem vida social. Eu afirmo que a maior parte da minha vida social está na internet. Pode me chamar de nerd, de anti-social e o caralhoaquatro. Mas eu não troco minhas conversas no blog e no MSN com as pessoas que gosto, pra ficar num boteco com cara de blasé só pra ter “contato físico”. Eu sinto uma falta real das pessoas com as quais mantenho contato virtual. Tanto que a voz gostosa e sincera da pessoa com quem converso por telefone é muito melhor do que a voz hipócrita e estridente de estranhos.

Eu me recuso a sair e me obrigar a fazer “amigos” e“contatos”, só pra dizer que sou a socialzinha da estrela. Laços, sejam eles de amor ou amizade, nascem espontaneamente. E o meio no qual eles nascem já não é mais apenas o de interação física. Como muito bem disse uma amiga minha em uma carta [já disse que amo cartas?], “Amizade não requer apenas presença de corpo. Requer, principalmente, presença de espírito” [Luana Rodrigues].

Assim, quero que saibam que a presença de vocês me é muito importante e imprescindível. E quem acha que elogiar blogueiros, dar e receber selos, e citar as fontes é puxasaquismo, que vá procurar sua turma. Porque, como disse a Claudinha [do Feito a mão] , nós formamos uma patota, e eu me sinto muito feliz de ser integrante de uma patota tão inteligente, divertida e de bem com a vida.

UPDATE: Acabei de ler um comentário, da Rafaela, nova no mundo dos blogs [Seja bem-vinda, again!], e que disse que achou super bacana o relacionamento que nós blogueiras temos umas com as outras. O que só reforça a idéia de que é possível sim ter um relacionamento saudável pelas telas e cabos deste país.
Aqui o comentário dela, ó: "Obrigada pelas boas vindas a esse mundo fantástico de tantos blogs com ideias lindas que estou vsitando e uma mais criativa do que a outra. Tirando esse relacionamento entre vcs blogueiras, que passa uma energia muito boa para quem lê, muito legal! Tirando a facilidade de escrita que várias de vcs tem, bom demais!"

Viu, rapaz! Quando a gente faz o que gosta, e tem por perto pessoas maravilhosas, a energia boa se espalha! E que venham mais coisas boas pra todos nós!

Agora, ‘bora prum samba do crioulo doido pra lembrar os velhos posts?

Lálálá, eu ganhei presente!

A fofura da Debbys, do Cotidiano Insano, me deu um selinho. O “Seu blog é mágico”. ‘Brigadíssima Debbys!!!
As regras são: Postar o selinho, idicar a cinco pessoas, e responder às perguntinhas.
Uma música mágica: Tocando em frente - Almir Sater ;
Um filme mágico:
Trilogia Poderoso Chefão;
Uma viagem mágica: pro mundo dos livros;
Maquiagem mágica: batom vermelho.

Tenho que presentear cinco blogs, o que é sempre dificil, já que fazer escolhas não é lá meu forte. Mas o presentinho vai para: Lidi, do Bicha Fêmea; Claudinha, do Feito a mão; Isa, do Arrumadíssimo; Dolly, do MaryahMaria; e Karol, do A Dona do Mundo.


Top5 Músicas pra cantarolar no chuveiro

Como já concordamos por aqui, cantar no chuveiro é uma delícia, né não? E sabia que a acústica do banheiro é perfeita pra conhecermos nossa própria voz? É rapaz! Depois que descobri isso, fiquei ainda mais faceira em cantarolar no chuveiro. Porque antes, pra ensaiar, eu cantava dentro de um balde. Loucura? Opa, se é! Mas nos meus áureos tempos de cantora, não tinha essa tecnologia toda, então, o jeito era apelar pro que tinha. E o balde dá um retorno perfeito da voz. Mas enfim...

E música bacana de cantar no chuveiro é aquela que a gente solta a voz, se esgoela mesmo. E lá vão as minhas favoritas. Façam-me o favor de listar as suas, hein!

Mercedes Benz – Janis Joplin

Me and Bob Mcgee - Janis Joplin

Killing me sofly - Fugees

Fullgás – Marina Lima

Toda forma de amor - Lulu Santos


Olha a filhadaputagem aí, minha gente!

Mas olha, como diria a senhora minha mãe, eu ‘to ficando mole mesmo, viu! Lembram que mandei Don Corleone pro conserto né? Pois bem. Fui, na sexta-feira buscar o pobrezinho, cheguei em casa, toda faceira, e quando fui ligar o bicho, cadê que funcionava?!

Levei hoje, novamente, na assistência técnica, e ao indagar o que havia acontecido ao técnico, ele me explica que o pente de memória que o fabricante havia enviado [porque havia dado pau na memória RAM] era usado. USADO! Putaqueopariu! Como assim usado?! Os estrupícios da NOVADATA [esse é o nome da fabricante, passem longe!] me mandaram uma memória que já tinha sido usada. Além disso, incompatível com o meu processador. Depois, quando a gente processa esses malacabados, eles reclamam.

Então, fiquem de olho quando forem consertar o computador, viu! Depois dessa decidi que vou entrar em um curso de montagem e manutenção de computadores. Senão, vou acabar igual aquelas pessoas que não entendem niente de mecânica, e acabam pagando caro no conserto da rebimboca da parafuseta do carro...

Falha Nossa...

Gente! A Lidi me atentou para uma pequena falha no blog, que infelizmente, não sei como resolver... Ela disse que seria bacana se os links do texto abrissem em outras páginas, ao invés de abrirem na mesma do blog. Eu concordo, e achei a dica super válida ['Brigada mais uma vez, Lidi!]. Mas, a boboca aqui não sabe resolver isso...

Como estou acostumada a usar o Mozilla, e a clicar na "rodinha" do meio do mouse, nunca prestei atenção nisso...

Então, 'bora pra uma solução alternativa? Se você é usuário de mouse normal, é só clicar no botão de rolagem do meio do mouse, que automaticamente abre em outra aba. Se for usuário de notebook [que deus abençõe a sua coordenação!], clica no botão direito e pede pra abrir em outra aba.

E se você souber como faz pra abrir direto do blog pra outra página, faz o favor de me explicar?!

UPDATE: O Renan me ensinou como faz! Ai que alegria! Yey! 'Brigada, pedreirinho!


Tudo de bom, Lidi!!!

A estrupícia aqui acabou de saber que a nossa querida bicha femea, Lidiane, vai fazer uma cirurgia. Segundo ela não é nada grave, o que me deixa mais tranquila.
Ainda assim, quero deixar aqui registrado meu desejo de sorte, saúde e muita, mas muita felicidade. Porque essa mulher arretada merece tudo o que há de melhor nesse mundo!!!

Política, pra quê te quero?!

Esses dias, lendo a revista Veja, de 29 de julho, me deparo com a seguinte notinha: “Na terça-feira passada, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi recebida na Casa Branca pelo assessor de segurança de Barack Obama, James Jones. No meio da reunião, o presidente americano apareceu para dizer oi. [...] Toda orgulhosa, Dilma voltou para o Brasil com uma lista de projetos para o futuro próximo. Pretende contratar um personal trainer para melhorar o condicionamento físico e dar início a um programa de musculação – o objetivo principal é aumentar o fôlego para a campanha presidencial de 2010”.

Pois bem, quando cheguei ao “lista de projetos”, juro que pensei em projetos políticos. Mas esqueci que estava lendo sobre a politicagem brasileira. Já não se precisa nem de diploma nem de conhecimento pra ser presidente. Agora vai ser necessário ter condicionamento físico. Pra que?! Pra fugir dos eleitores quando eles cobrarem as promessas não cumpridas? Ou pra fugir da imprensa? Provavelmente, deve ser pra fugir da responsabilidade...


Graças a um ato de bondade de nosso “excelentíssimo” presidente, lá vem mais impostos pra nossa, já ampla, coleção. Ao alterar o Tratado de Itaipu, o governo brasileiro passará a pagar o triplo do que paga pela energia fornecida pelo Paraguai. O que quer dizer, pelo menos, 3% de aumento no fornecimento de energia. O Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que a energia não irá aumentar. Mas não deu certeza se não seria criado mais algum imposto do além.
Enquanto o presidente exerce sua diplomacia com os hermanos, e ganha voto com a Bolsa Cultura, nós é que pagamos a conta. LITERALMENTE!


Enquanto isso, na sala da injustiça...
O Presidente eleito está, como sempre, viajando. O Presidente em exercício está, como sempre, no hospital. E agora, quem poderá nos governar?!


Vale a pena ler.

Foi por acaso [como a maioria das coisas boas da vida] que encontrei o blog de Cristiana Guerra, o Para Francisco. Não me segurei, e deixei minhas lágrimas saírem para dar as mãos as palavras de Cristiana. O Para Francisco é um blog que ela fez logo depois da morte do pai de seu filho e seu grande amor. É lindo como Cristiana consegue dar poesia ao sofrimento. É incrível ver como uma mulher pode ser forte a ponto de resgatar a vida, e de transformar o que poderia ser uma história triste em uma história bela. É difícil descrever o que sinto a cada linha que leio de Para Francisco. Então, o melhor que posso dizer é vai lá ler, e depois me conta...


Ainda MininaMá Esporte.

Uai, não era futebol?
Mas rapaz, além de viciadíssima em futebol, eu sou apaixonada por esporte. Sabia não? Então, decidi “aumentar” a coluna...

Primeiro quero desejar toda a sorte do mundo pro Felipe Massa. O cara, além de um puta piloto, é são paulino [logo, gente boníssima!]. Muito sucesso e saúde Felipinho!

E como não falar do César Cielo?! Além de gatíssimo, o cara é uma simpatia só, e o mais rápido das piscinas do mundo. Orgulho verde amarelo, menino!

E que coisa fofa foi o Bruninho chorando no pódio da Liga Mundial? Parabéns a Seleção Masculina de Vôlei!

Adversários, tremei! O Jason Tricolor voltou! É claro que vai ser muito difícil os cartolas deixarem o São Paulo ganhar o quarto título seguido do brasileirão. O que vai ter de juiz comprado até o fim do campeonato vai ser uma beleza! Mas que se dane! O que importa é que o São Paulo voltou a jogar que nem gente. Com garra, força, vontade e amor a camisa.
Pra quem é são paulino, o blog do Daniel Perrone é o que há. Confiram! O Jason tricolor é criação do cara, que escreve pontualmente bem, e cheio de amor pelo Maior do Mundo.

E boa sorte pro seu Muricy, uai! Depois que ele foi pro Parque Antártica, ficou mais difícil ainda torcer contra os róseos. Já é difícil torcer contra um time que tenha o São Marcos, que além de um puta goleiro é uma pessoa incrível. Agora então, com o Muricy, vai ser pior ainda... E se a gente não ganhar o Tetra, espero que o Mestre Muricy ganhe! Porque merecido é...


Palavras alheias pra terminar...

Infelizmente, ainda hoje existe muito preconceito com relação as histórias em quadrinhos. Tem gente, em sua maioria ignorantes, no lato sensu da palavra, que ignora a existência de quadrinhos tão mais significativos que muito livro que se diz literário.

Já disse por aqui que faço mestrado em quadrinhos, não disse? Pois é, eu sou sortuda, e estudo as adaptações literárias para os quadrinhos do conto O Alienista, do querido Bruxo do Cosme Velho. E embora possa parecer absurdo unir as duas coisas, devo dizer que meu trabalho tem sido cada dia mais apaixonante, e que estudar a linguagem dos quadrinhos me fez compreender mais ainda a linguagem literária.

Mas quadrinhos é literatura? Não, fio! Quadrinhos são quadrinhos. Simples assim. Uma arte centenária, que a cada dia se redescobre e se desenvolve mais.

Hoje, o Palavras Alheias é de uma dupla de quadrinistas, Fábio Moon e Gabriel Bá. Conheci o trabalho dos caras quando li a adaptação que eles fizeram de O Alienista, que é genial [e que é parte do meu trabalho]! Depois disso virei fã desses gêmeos que hoje não são mais só brasileiros, pertencem ao mundo. Quer saber mais sobre os caras? AQUI a página deles, o 10 Pãezinhos. E abaixo um quadrinho da série Quase Nada. [Clica na imagem que ela aumenta, viu]



Companhia Musical
As rosas não falam - Cartola
Nem um dia – Djavan
Hino do São Paulo – Andreas Kisser
Nervos de aço - Lupicínio Rodrigues e Paulinho da Viola
Nada pra mim - Pato Fu

Companhia Literária:
“O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...” [Mário Quintana]


"Agora diga tchau, Lilica.
Tchau Lilica!"

11 comentários:

  1. Oi Pate =) te mandei uma mensagem dia desses... um "cadê você, guriaa?" disfarçado! huehuee....
    saudades de vossa pirotice... ^^

    então...não sei vai aparecer aqui o código, mas é bem simples, ó:
    (Acabei de colocar isso no seu orkut, porque o blogger não aceita tag no comentário!

    espero ter ajudado!
    beijão =*

    ResponderExcluir
  2. Patrícia que saudades!!! Caraca, seu blog tá virando uma revista e no melhor estilo fanzine! Amei viu?
    Admiro muito quem consegue escrever tantas coisas sobre tantos assuntos diferentes! Parabéns amiga!!!
    Sobre o telefone acho que fica um charme mesmo, procura na casa da mamy ou na casa dos parentes mais velhos e recicle sim, além de ter uma peçalinda em casa ele terá o seu toque, luxo não é?
    Bjokas florzita.

    ResponderExcluir
  3. Eita mulher que escreve

    Futebol:
    Ei adorei mesmo saber que vc gosta de futebol, mas tú é São Paulinha?! Ai que triste. Quem escreve é uma Corinthiana roxa, mesmo. Times à parte.
    A era Muricy acabou no SP e tomara que nem comece no Palmeiras, imagina que tenho um maridón palmeirense chato pra c......
    Adoro o goleiro Marcos tb e o Diego Souza e só. Ambos são bons, reconheço.

    Esporte:
    Querida, discordo totalmente de vc quando fala sobre o choro do Bruno, aquilo era de verdade? Parecia um garotinho birrento. Choro de verdade, e muito emocionante foi do Cielo, concordo contigo.

    Mestrado:
    Não sabia que vc fazia mestrado em quadrinhos, deve ser muito legal. Sou formada em publicidade, já fiz duas pós na área e sempre quis fazer mestrado. Por que não faço? Sem tempo e sem dinheiro. Mas esse é um projeto futuro, ainda não desisti.

    Blogosfera:
    Realmente, amigos na blogosfera existe sim. Já conquistei vários, outros me conquistaram e assim vai. Frequentemente convido uma amiga blogueira para entrevistar e publico lá no blog, a entrevista da Flávia do Blog Arte na Cozinha foi sobre amigos blogueiros. Ficou ó-te-ma.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Que post gigantesco...

    Vamos lá:
    Ainda não conheço a Dona Dissertação, mas andei tendo problemas com o Sr. Artigo-final-da-disciplina. Felizmente ele está lá, lindo e forte com 8 páginas, aprovado com êxito pelo professor! (Detalhe: eu estou no 1º período! Devia ser proibido escever artigos no 1º período!)

    Conheci esse blog "Para Francisco" numa reportagem da revista Seleções a alguns anos, e tinha acabado de me lembrar dele quando li sobre ele no seu blog também... Ah! A autora é mineira que nem eu.

    Nosso time lindo, já começou a corrida rumo ao topo, hehe. Vai ter briga lá em casa quarta feira, meu pai e minha irmã são botafoguenses.

    Já disse que acho super legal vc fazer mestrado em quadrinhos?

    Boa semana, sorte pra nós na quarta.

    ResponderExcluir
  5. Entrei rapidinho pra olhar o e-mail, mas qd vi q vc tinha voltado, tive q vir dar uma olhadinha (msm q rápida) pra ver como estão as coisas por aqui :D
    Bom, vou ler o post com calma outra hora (como sempre faço qd to sem tempo), mas já deu pra ver altas coisas maneiras no texto (inclusive, minha única amiga mesmo mora longe pra cacete de mim. foi a primeira pessoa q conversei na internet e desde então nunca mais nos separamos ^^)
    Volto depois
    Bem-vinda de volta
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Pior é que é assim mesmo Pat. Semana passada fiquei off 4 dias, por motivos mais que ótimos e, felizmente, não foi para ficar trabalhando ou estudando ;), e ficava lembrando da net e pensando no que eu tinha perdido. Eita vício, não?
    Já abri aqui os links para conferir o que as pessoas andam dizendo de você por ai.
    Eu já também não me importo em pensar se meus amigos estão pessoalmente na minha vida ou virtualmente. Fico feliz é de ter pessoas que se importam comigo, mesmo só tendo um pouco de mim através das minhas palavras e que me incentivam e torcem por mim.
    Recomendo, não para cantar no chuveiro, a Ready or Not do Fugees. Linda!
    Bjitos!

    ResponderExcluir
  7. Paty,

    Em primeiro lugar, seja bem-vinda de volta à patotinha!!!!

    Como não sentir falta de alguém como vc? Não sei dizer.... sinceramente. E discordo que vc tenha sido uma adolescente loser, loser foram os que, tendo oportunidade, não aprofundaram a amizade com alguém tão cheia de opiniões, alegria de viver e espirituosa como vc.

    Estava seca de saudades de seus posts, pelo menos agora vc me deu uma overdose... dá pra ficar até amanhã sem ler vc... rsrs

    Em segundo lugar, muitíssimo obrigada pelo selinho lindo e mágico! Amei de coração, ainda mais vindo de vc! Vou guardá-lo até encontrar alguém merecedora de repasse (\0/) sério, não quero cometer a gafe de presentaear quem não curte a brincadeira.

    Vou visitar o blog que vc indicou. Adorei a última indicação. Então, essa não deve ser diferente. Me arrepiei só de ver vc descrevendo-o.

    Não sabia que seu mestrado era na área de quadrinhos. Que legal deve ser! Muito curioso e original. Gostei mesmo.

    Sua companhia musical me arrasa. Amo Cartola, Lulu Santos, Djavan e Paulinho da Viola.

    Bjs,

    Claudinha.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Pati! Que bom te ler novamente! :)
    Já estou viciada nisto aqui, todo dia dou uma olhadinha p/ ver se tem texto novo.
    Menina, adoro este clima caloroso das blogueiras tb! E tb estou ficando viciada!
    Ando meio enrolada com alguns projetos e quando me afasto muito já sinto a maior falta.
    Fui conhecer os meninos do 10 pãezinhos e adorei! Valeu a dica!
    Ah! E obrigada pela visita lá no blog! Bom te ver! :)
    Beijão, Fabi.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Patríca!!

    Visito seu blog faz um tempão, já ensaiei váaaaarias vezes para deixar um recadinho, mas...

    Hoje me animei!
    Esta patota da blogosfera é muito bacana mesmo! Quem está de fora não consegue entender esta história de "sentir falta real das amizades virtuais".

    Fazemos parte de uma geração de pessoas privilegiadas, que assistiram ao rompimento de paradigmas que dificilmente serão vivenciados no futuro. Acredito que as transformações serão mais sutis.

    Ouvimos música no LP de 45 rotações (na casa da vó, na barrriga da mamãe, claro! rs)
    passamos pelo CD e hoje nossos hits estão na net.

    Fomos os primeiros a falar com alguém do outro lado do mundo desconectados de qualquer fio, mas também fizemos algumas ligações interurbanas com o auxílio da telefonista...

    Temos amigos reais e virtuais.
    Quem imaginaria isso há 30 anos atrás?

    Bjsss

    ResponderExcluir
  10. eu já estava pensando em me recolher à cama quando decidi ver se por acaso vc não tinha aprecido por aqui, pq senão eu já tinha um comentário pronto exigindo sua volta o mais rápido possível!! Sei lá, é estranho não ler seus textos por muito tempo.. é o hábito!! hehehehe... Nossa, com certeza as melhores amizades que fiz foi pelo computador. Inclusive, minha BFF é do Rio, nunca nos conhecemos pessoalmente, e conheço ela virtualmente há uns 5 anos... e ela é a primeira a saber de tudo na minha vida!! Quando fiz o meu blog [depois de muitas tentativas de manter um] queria era isso mesmo, manter contato, conhecer gente nova, saber mais da vida e da opinião das pessoas, e adoro todas as blogueiras que me visitam e que estão na minha listinha... melhor ainda quando aparece uma cara nova.... adorooo.. ^^
    Ah, quadrinhos!! Tenho que admitir que meu conhecimento se resume a Turma da Mônica, mas sempre achei interessante, e era a única coisa que eu lia no jornal... deve ser muito maneiro conhecer a coisa mais a fundo...
    Ah, ainda bem que meu namorado é técnico de computador... desde que ele começou o curso tenho gastado bem menos com essas coisas... fora que bem, eu tenho um conhecimento básico, mas bóra fazer um curso de manuntenção.... eu quero.. xD
    ah, que bom mesmo que vc tá de volta... hehehe.. espero que a dissertação te deixe voltar mais viu??? E boa sorte na escrita!!
    bjuss

    ResponderExcluir
  11. Ahh meniina, pra mim o que deve sugar esse periodo é o começo da monografia !

    beiijos e saudaades de vc .

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...