segunda-feira, 23 de novembro de 2009

E pro Bicha Fêmea TUDO!!!

Companhia Musical [escolhida em homenagem à Lidi]

Sina - Djavan e Caetano

Mestre-sala das marés - Elis Regina
O bêbado e a equilibrista - Elis Regina
Ladeira - Orquestra Contemporânea de Olinda
Anunciação - Alceu Valença

Companhia Literária
"Todos nós estamos na sarjeta. Mas alguns de nós olham para as estrelas" [Oscar Wilde]

Lá fora a chuva cai com gosto. Enquanto estou cá, pensando em como participar de uma festa. Oi? Que festa? Mas rapaz! Ontem, 22 de novembro, o Bicha Fêmea fez um aninho. O blog que nos proporciona tanto prazer e aprendizado, sempre com imagens gostosas de ver e textos deliciosos de saborear. É com muito prazer que eu comemoro esse primeiro aniversário do Bicha, e que espero do fundo do meu coração de gengibre que ainda haja muitos e muitos a serem comemorados.

Me lembro do dia em que conheci a Lidi. Assim, de cara, já me afeiçoei com a criatura. E essa afeição se transformou num bem querer tão grande, que hoje, quando penso na Bicha, é como se ela estivesse aqui, bem pertinho de mim... Coisas da vida e dessa tão viva blogosfera...

E por falar em blogosfera, o post de hoje faz parte de uma blogagem coletiva proposta pela bonita, em ocasião do aniversário. Ela quer que falemos sobre nossa experiência com a blogosfera, assim, como um convite pra entrar nessa festa tão gostosa. Quer participar? Corre AQUI que ainda dá tempo!

Agora 'bora lá pro post...

Era uma vez, uma mocinha de 12 anos que adorava as aulas de Português. Sua professora, Antônia, sempre incentivava os alunos a lerem e escreverem. Um dia, como avaliação bimestral, a professora propôs que os alunos criassem um caderno, com textos e ilustrações criados pelos próprios alunos. Cada texto teria que começar com uma letra do alfabeto, e as ilustrações deveriam ter relação com o tema do texto.

A mocinha é a estrupícia aqui, e a partir desse criativo exercício proposto por uma das pessoas mais influentes na minha vida, comecei a escrever e nunca mais parei. Sempre tive diários e cadernos com escritos meus. Me iniciei na poesia, e só comecei meu namoro com a prosa há 3 anos. Coincidentemente, comecei a escrever prosa quando pensei em criar meu primeiro blog, o MininaMá. Logo no começo, eu pensava no blog como um caderno virtual, pra guardar meu textos. Nem pensava em o que os leitores iriam achar, até porque os poucos leitores que eu tinha eram amigos para os quais eu passava o link, e, provavelmente por conta da amizade, me visitavam vez ou outra.

Depois de um ano de blog, em 2007, fui escolhida pra participar do grupo de blogueiras do Tudo de Blog [TDB], uma iniciativa da revista Capricho, do qual faço parte até hoje. O TDB me fez pensar em muitas coisas a respeito do blog, em especial sobre o formato dos textos. Como cada semana nós tínhamos uma pauta a ser seguida, e um número de caracteres máximos (1200), eu precisava revisar melhor o texto, pensar em que iria ler. Além do que, toda quinzena, 3 textos eram escolhidos para serem publicados na revista, então, além da qualidade, o texto tinha que ter adequação editorial.

A experiência com o TDB me fez aprender muita coisa. Mas chegou um momento em que o blog tinha apenas textos para a revista. Além disso, quando vim pra Curitiba, em 2007, atravessei uma crise existencial. Dessas, que fazem a gente rever valores, conceitos, e blábláblá... Foi quando decidi que não queria mais ser a MininaMá. Achei que era hora de deixar a personagem pra trás e tentar ser mais adulta, afinal de contas, eu tinha completado 25 anos.

Foi quando criei o Patrícia Pirota, e passei a escrever mais prosa. Além disso, o exercício de escrever me trouxe também maturidade literária, e pude ir experimentando, até encontrar um estilo só meu. Atravessando outra crise de identidade, dessa vez aos 26, encasquetei que o blog precisava de outra identidade, e foi quando ressucitei a MininaMá, e foi então que nasceu o Ainda MininaMá. E parece que a danada, além de novas idéias, me trouxe leitores também.

Além dos leitores da Capricho, passei a ter a visita de outras pessoas, e me animei pra deixar o blog cada vez melhor. Foi quando conheci a Isabela Kastruppi, dona do lindo Arrumadíssimo, minha madrinha na blogosfera. Depois que a Isa me "apresentou" pra suas leitoras, [nesse texto AQUI] conheci minha segunda madrinha bloguística, a bicha fêmea mais querida, Lidiane Vasconcelos. Ao ser convidada pra escrever um texto pro Bicha [esse AQUI, ó], comecei a interagir com as leitoras de lá, que se tornaram leitoras de cá, e das quais me tornei amigas.

Acredito que a blogosfera é muito mais do que várias janelas abertas, com cada um gritando suas palavras. Além da informação, temos acesso a pedaços vivos de experiência, e podemos criar vínculos, diálogos, amigos...

No fim das contas, o blog se tornou um pedaço da minha vida. Um pedaço muito querido, cheio de gente que admiro e quero bem por demais. Descobri que minhas palavras podem me levar pra perto de outras pessoas, as quais posso trazer pra perto de mim através de suas palavras. O blog me trouxe amigas, mas amigas de verdade, daquelas que a gente escuta os conselhos, sente saudade, imagina o sorriso, e morre de vontade de abraçar. Ter um blog, e, mais do que isso, interagir com outros blogs, é viver o que há de melhor dentro desse emaranhado de teias que é o mundo virtual, e, sem sair de casa, poder ter a companhia de pessoas e idéias inestimáveis...


Mais uma vez, PARABÉNS PRO BICHA FÊMEA! \o/

"Agora diga tchau, Lilica.
Tchau Lilica!"

10 comentários:

  1. Patrícia, que gostoso ler seu texto, lembrando da pessoa que te influenciou a escrever! Eu gosto muito de ler, leio textos enormes com prazer, mas para escrever mesmo, sou um fracasso. Ainda não entendi o porque! Mas, deixa pra lá.

    Essa alegria e as amizades verdadeiras que a blogsfera nos trás é sem dúvida uma das coisas mais gostosas que venho sentindo, e isso pra mim tem valido muito à pena!

    Abraço forte!

    ResponderExcluir
  2. Ah a Lidiane merece mesmo todo esse carinho!
    Gostoso ler seutexto e saber como tudo começou e vou lá conhecer os blogs que você deixou o link.

    beijo grande e ótima semana!!!

    ResponderExcluir
  3. Êta! Adorei saber das suas origens bloguísticas, como já diz uma de suas madrinhas, a "nossa" madrinha e bicha iluminadíssima. Estou com saudades do 'trololó'daqui, mas só tenho conseguida dar umas passadinhas rasantes.:) Mas sou sua fã, viu? Beijão, Fabi.

    ResponderExcluir
  4. Mais um texto delicioso de se ler ! Por aqui é sempre assim :-)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Êbaaaaaa!!!!
    Estás na festa também!
    Olha só minha cara de felicidade: :D
    Gente! E eu sou tua madrinha bloguística junto com isabela? Gostei de saber... :)

    Gostei também de saber um pouco mais de tuas experiências enquanto blogueira e, oh! Tu és veterana, bicha! :o

    Ai.. gostei demais das escolhas musicais. Por que será? E fico muito, muito, muito feliz de um dia ter te encontrado na blogosfera. :)

    Beijos, e obrigada por tudo. Sempre.

    ResponderExcluir
  6. Ter um blog é bom, conhecer gente assim: verdadeira, é bom demais!!!
    Adoro vc, estrupícia querida!

    ResponderExcluir
  7. Ahh, parabéns pro Bicha Fêmea, hehehehe... realmente, essa blogosfera é maior do que a gente pode imaginar... nunca pensei conhecer tantas pessoas, tantas coisas e opiniões diferentes... é tipo assim, muito bom mesmo!!! heheehe
    bjinhusss

    ResponderExcluir
  8. Oi Fabi...
    Cada um de nós tem um jeito de se expressar, né não?
    Uns escrevem, outros falam, outros cantam, outros fazem arte com as mãos. E que bom que o mundo é assim, cheio de talentos =)

    A blogosfera tem sido um presente muito grande pra mim também. E que bom que é assim, né.

    Beijo procê!

    *******

    Luci...

    Todo mundo tem um começo, né... E eu tenho muitas saudades do meu =)

    Um beijo bem grandão rpa você!

    *******

    Fabi!
    Eita que saudade docê, nega!
    Ah, bonita! Eu também sou sua fã!!!
    E também estou em dívida com você.
    Mas espero que nossa correria acabe logo, porque sinto saudades do nosso "trololó".
    Beijão procê!

    *******

    Dricca,
    Ô bonita! Gostoso é ter sua presença iluminada aqui, viu.

    Beijo procê!

    *******

    Lidi,
    Mas você acha que eu não participaria da festa, mulher?!
    Bem capaz, né!
    Sim! Você e Isa são minhas fadas madrinhas na blogosfera.

    Sou veterana não, bicha... Já caminhei uma estradinha longa, mas ainda me sinto uma caloura nessa blogosfera =)

    Eba! Que bom que gostou das músicas! Homenagem merecida a você e ao Bicha!

    Beijão procê! E sou eu que agradeço, né...

    *******

    Estrupícia,
    Ter um blog só é bom quando a gente pode ter alguém assim, como você, na nossa vida.
    Um beijão!!!

    *******

    Debbys,
    E que a blogosfera continue sendo assim. E que a gente nunca se perca =)
    Beijo procê!

    ResponderExcluir
  9. Não imaginava que você era da época do TDB.
    Bjitos!

    ResponderExcluir
  10. Lusinha,
    Mas menina, eu sou da velha guarda do TDB =)

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...