segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Quem é você em uma palavra?


Defina-se com apenas uma característica. Você consegue responder, assim, de bate pronto? Com o olhar do outro repousado nervosamente sobre você, esperando um deslize, uma bobagem, esperando que você admita que não sabe quem é?

Foram poucas as vezes em que passei por essa situação. Acho que devo ter feito, ao todo, umas 5 entrevistas de emprego que requeriam essa informação (uma das vantagens de ser professora), e me lembro de sempre, SEMPRE, ficar nervosa na hora em que tinha que dizer minha maior qualidade e meu maior defeito.

Acho um inferno! Sou uma pessoa de quantidades (e muitas qualidades também, que o santo é de barro, e a humildade viajou), e não consigo me definir em uma palavra. Sinto muito! Por mais que eu ame palavras, e ache que elas definem o mundo, preciso delas em conjunto, assim, umas do ladinho das outras, bonitinhas, de mãos dadas.

Ontem, durante a reunião na escola, começamos com essa pergunta, que, na verdade, foi mais um "comando": Diga seu nome, a disciplina que leciona, e uma característica marcante. Momento de desespero pra maioria dos professores presentes. Nós, que trabalhamos com definições teóricas dia após dia, simplesmente não sabemos nos definir!

Depois de alguns professores [os quais se deram definições como exigente, alegre, perfeccionista, disciplinado] chegou a minha vez. E dentre tantas, mas tantas características possíveis nesse meu mundo, eu disse que era engraçada e irônica. Deusdocéu!!! O que eu tinha na cabeça naquela hora?! Aquilo era uma reunião de trabalho, e, por mais que fosse descontraída, por mais que eu me sinta à vontade na escola, essa, definitivamente, não é uma característica pra citar para uma coordenadora e para uma psicóloga.

Depois, pensando friamente no que aconteceu, porque SIM! eu fiquei remoendo isso ontem o dia todo, e, provavelmente devo ter sonhado com isso, só consigo chegar à conclusão de que fui abduzida, ou um espírito de porco resolveu se apoderar da minha língua. Não tem outra explicação! NÃO TEM!

O pior é que, daqui a dez anos, esse episódio vai continuar me aporrinhando, e aumentando minha futura úlcera, porque eu sou do tipo de gente que guarda momentos vergonhosos pras horas em que está à toa, e gosta de se auto-flagelar mentalmente.

Me lembro até de ter pensado em dizer que sou criativa. Mas não lembro quais tortuosos caminhos levaram minha boca a dizer irônica. Qualquer um, em sã consciência, vai concordar comigo que essa não é uma característica que os empregadores buscam em seu funcionário ideal. Ela pode ser bacana em se tratando de textos, e no Twitter é uma beleza, agora, ninguém quer uma professora cuja maior característica seja a ironia.

Eu poderia ter dito que sou organizada (minhas coleções de cds e dvds por ordem alfabética que o digam!), que sou criativa, que sou enérgica, que sou prestativa, companheira, dinâmica, inteligente, paciente. Se tivesse escolhido qualquer uma dessas características, com certeza, não estaria mentindo. Mas não! Preferi dizer que sou engraçada e irônica.

Certeza que isso vai me render uma chamadinha em particular na sala da psicóloga (que, bytheway, é uma fofa que eu adoro!), além de anos e mais anos de terapia (que ela já me intimou a fazer, inclusive). Certeza que não vou esquecer isso tão cedo, e que no dia em que sair da escola, acharei que foi por causa disso. A única certeza que não tenho é de porquê isso aconteceu...

Todos nós temos nossos medos, mas acho que um medo quase unânime é o de ser julgado pelo que pensamos de nós mesmos. Ou ainda, sermos julgados pelo que somos. Ainda que saibamos que o julgamento ocorre 24 horas por dia, e que jamais estaremos livres da opinião alheia.

O que nós somos, afinal? Ora, somos o conjunto de tudo aquilo que temos, dizemos, amamos odiamos, falamos, calamos. Somos a nossa meia furada, o nosso esmalte descascado, a nossa barba por fazer (e isso é uma metáfora, porque É CLARO que eu não tenho barba...).

Somos os livros que lemos, os filmes que assistimos, as músicas que escutamos. Somos o dinheiro que sobra no fim do mês, isso, quando não sobra mês no fim do nosso dinheiro...

Somos o batom que usamos, o perfume que escolhemos, o abraço apertado que damos no amigo que não vemos há tanto tempo...

Somos o bom dia que damos ao porteiro, o beijo carinhoso que recebemos da mãe, somos a flor que nos faz sorrir em começo de primavera.

Somos as noites mal dormidas, as noites bem gozadas, os dias que passam arrastados e os dias de festa.

Somos, acima de tudo, nossas escolhas. Ou então, estamos nossas escolhas. Será que nossos momentos definem quem somos? Será que o meu momento ironic vai definir o resto dos meus dias? Provavelmente não...

Continuo com pânico de ter que me definir em uma palavra, mas, só por precaução, já salvei "criativa" no meu desktop mental. Continuo querendo levar uma surra por ter feito o que fiz, mas, justincase, não lerei ou assistirei "O Clube da Luta" por um tempo. Continuo...

Falta apenas uma semana para o meu aniversário. No próximo domingo, 10/10/10, farei 28 anos. Todos os anos, desde que me conheço por gente, esse período que antecede a comemoração do dia em que nasci me deixa estranha. Penso e repenso em tudo o que já fiz, tento descobrir o que ainda quero fazer, e, apesar de todos os meus esforços, nunca consigo descobrir quem sou.

Quer saber, como diria Lulu (o Santos, não a "zinha"), "deixa assim ficar subentendido"...

**********************************************

Ps: Mexendo no novo layout do blogspot, encontrei alguns rascunhos antigos, e me deparei com esse texto. O escrevi há quase um ano, mas parece que foi escrito hoje... Resolvi postá-lo, pois continua fazendo sentido... Continuo buscando respostas. Continuo fazendo perguntas...
Mas e você, consegue se definir em uma palavra? Diz pra mim, vai...

Um beijo cheio de uma maldade nem tão má assim...

domingo, 25 de setembro de 2011

Sobre Mafalda, Quino e Bibliotecas... [vídeo]

Não, o seu reader não enlouqueceu, eu realmente estou postando duas vezes no mesmo dia! O fim dos tempos se aproxima, my dear...

Eu aproveitei meu momento procrastinar é uma arte, e fiz dois vídeos. Um ontem e um hoje.

Eu ia deixar esse de hoje pra postar na semana que vem, mas perguntei no twitter [olha eu aqui mãe: @patriciapirota] e Doutora Juliana me mandou postar. Obedeci. Que mais eu faria?

Esse vídeo é sobre a personagem mais fofa de todos os tempos das histórias em quadrinhos: Mafalda. Além disso, aproveitei pra falar sobre Bibliotecas, mais no intuito de reclamar da falta de bibliotecas em Campo Grande do que de explorar o assunto, na verdade...

A idéia do vídeo foi uma sugestão da Myllena. 'Brigada mais uma vez, Myllena! Sinta-se à vontade pra pedir o que quiser...

E você também, sinta-se à vontade pra dar sugestões, deixar seus comentários [peloamordedeus! Alguém me diz se fiquei tão horrível quanto parece que fiquei no vídeo? Me diz se a música 'tá atrapalhando? "Me diz por que que o céu é azul"], enfim... Sinta-se à vontade sempre, porque este muquifinho também é seu...

Clica no link aí embaixo e vá lá pro Youtube.


Antes de terminar... No vídeo eu falei sobre o Clube da Mafalda, que é um blog com praticamente todas as tirinhas do Quino. Eu recomendo a visita pra quem ainda não conhece [que triste deve ter sido sua vida sem ler Mafalda, hein...], pra quem não quer comprar os livros mas gosta de ler, e pra quem é professor, porque dá pra criar milhares de atividades com as tirinhas... Clica AQUI e vá lá pro blog.

UPDATE: Olha o que encontrei no Youtube gente! Um filme com as tirinhas da Mafalda transformadas em historinhas. Uma hora de Mafalda!!! É o céu! Clica AQUI e vá lá tornar o seu mundo melhor...

E por enquanto é isso...

Tenham uma ótima semana!

Um beijo, cheio de uma maldade nem tão má assim...

Minhas leituras de Agosto e Setembro [vídeo]

Eis que eu voltei pra tirar o pó do meu canal no Youtube. Achei bastante divertido fazer vídeo, mas a câmera continua a mesma, ou seja, dá um trabalho do diabo!

Ainda assim, nesse fim de semana gravei dois vídeos. Aqui embaixo vai o link pro vídeo que fiz sobre os livros que li entre Agosto e Setembro.

Dessa vez, resolvi mostrar minha cara feia. Espero que vocês gostem! E relevem os problemas técnicos como iluminação, som, falta de maquiagem, dignidade, essas coisas todas...

O vídeo continua com trilha sonora, mas se ela incomodar, ou fizer com que fique difícil de entender o que eu falo, me avisem, please! Daí eu tiro a música de fundo.

E continuo aceitando sugestões, viu, minha gente...
Myllena, a sua já foi gravada. Só falta o Youtube agilizar o upload. ;)

E por enquanto é isso... Cliquem no link aí de baixo, e assistam ao vídeo. Depois, podem falar mal nos comentários.


Tenham um ótimo domingo!

Um beijo, cheio de uma maldade nem tão má assim.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Post its de quarta...

Sim, eu ainda vivo. Ou ao menos acredito que vivo. E como o importante é acreditar, cá estamos...

Depois do último post, já se passou quase um mês. E de lá pra cá o mundo ao meu redor se resumiu a aulas, provas, correções de provas, aulas, provas, planejamentos, correções de provas, uma doença média, uma doença que me derrubou por 5 dias, um surto e muitos mini-surtos, noites mal-dormidas, semanas inteiras sem fim de semana, mais aulas e that is all...

Sim, estrupicinho, eu sei que a vida não 'tá fácil pra ninguém! Eu sei que todo mundo trabalha e ainda assim consegue colocar o blog em dia. Eu sei que tempo é relativo. Mas eu não consigo. Não consigo!

Não sei se peguei compromissos demais [3 escolas não é pouca coisa, ou é?]. Se ando dando trabalhos demais pros pestinhas, e, consequentemente, dando trabalho demais pra mim também. Se meus dias estão mais curtos por um castigo de deus. Não sei. Isso não sei...

Sei que de tempos em tempos venho aqui pedir desculpas pelo sumiço e blablablá.. Sei que isso é chato pra diabo, mas é o meu jeito de dizer que me importo com você, querido(a) amigo(a) leitor(a). É meu jeito desastrado de pedir desculpas e de, ao mesmo tempo, agradecer...

Agradecer sua visita, seus comentários, sua divulgação e sua paciência.

Os Post Its de hoje serão rapidinhos, porque enquanto escrevo esse post também preparo uma prova, lanço as notas no sistema, acompanho o jogo pelo rádio e como uma porção de soja... Sim, estou tentando abraçar o mundo e ele anda me dando uma surrinha...

Antes de começar, queria agradecer às pessoas que assistiram aos meus vídeos do Bookshelf Tour [se você ainda não viu, confere AQUI ó...]. 'Brigada por terem tido a paciência de ficar me ouvindo falar todo aquele tempo e ainda comentarem. 'Brigada do fundo do meu coração de gengibre, minha gente!

Assim que esse bimestre terminar eu tenho uma lista prontinha com os temas pra fazer novos vídeos. E as sugestões de vocês estão em primeiro lugar, viu! ;)

Quero agradecer também àqueles que comentam. Juro que não é falta de vontade de responder, viu minha gente. Mas leio comentários tão cheios de significados, que não quero respondê-los de qualquer jeito. Por isso a demora... Mas logo coloco tudo em dia. Vocês me perdoam? Diz que sim, vai!

Agora, 'bora lá pros Post Its?

1. Imagem do mês
Olha pra essa imagem aqui embaixo. Não sei se algum Gremlin habita minha casa, mas parece que quanto mais eu corrijo, mais elas se reproduzem. Acho que à noite elas se transformam. E se você quer ser professor, guarde essa imagem. E depois não diga que não avisei.



2. Blogs
Não tenho tido tempo pra ler muitos blogs, muito menos comentar. Mas tem alguns que tenho visitado sempre que tenho um tempinho... Não que eu não goste de outros, afinal, que me lê há mais tempo sabe que tenho meus xodós bloguísticos e amigas de longa data que visito diariamente, faça prova ou faça planejamento, mas esses são descobertas recentes, que quero compartilhar... Façamos um Top 5.

  • [manual prático de bons modos em livrarias] - Não sei se há outra palavra pra definir essa epifania de Hillé além de genial. Talvez divertido pra diabo. Talvez essencial. Vá lá, e me agradeça depois [ou agradeça à Ju Gervason, que foi a culpada por esse meu vício].
  • Vida Organizada - Eu leio o blog da Thais todos os dias. E sonho com o dia em que vou conseguir ser como ela, assim, meio mulher maravilha. Tem dicas ótimas sobre organização. Mas assim, ótimas de verdade. Pena que eu não consigo colocar todas em prática. Mas continuo tentando...
  • Little Doll House - O blog da Aline é daqueles que te fazem perder [ou ganhar?] horas e horas. Tanto pelos textos sobre livros e afins [que são uma delícia de ler] quanto pelos looks que ela monta. São tão lindos que dá vontade de copiar tudo! E o melhor, são looks reais, de gente de carne+osso+cérebro, e não aquelas superproduções com bolsas que custam meus salário do ano. Depois que conheci o Little Doll, nunca mais olhei pro meu guarda-roupa do mesmo jeito...
  • Quinas e Cantos - conheci Gabriela por conta de um link que alguém compartilhou sabedeus onde. Decidi que a descrição dela no Twitter é a mais bem feita da história. Quando descobri o blog, fui direto pra dissertação de mestrado [cujo link fica na lateral], e, ao ver que ela havia citado Douglas Adams nos agradecimentos, decidi que ela era genial, e pronto. Infelizmente ela escreve menos do que eu gostaria [porque dá vontade de ler vários textos dela de uma vez]...
  • Objetivando Disponibilizar - Descobri a Madrasta do Texto Ruim no twitter da Hillé. Virei fã. Não tem como não adorar uma pessoa que fala sobre gramática de uma forma tão divertida.

3. Músicas pra chutar o balde
Há dias em que tudo o que precisamos é de uma boa cerveja e de uma música que nos faça mandar os problemas pra bem longe. E essa lista feita pelo Byte que eu gosto é daquelas pra colocar no repeat e chutar o balde mesmo! Aliás, o blog e o twitter do cara também são ótimos.
Acesse a lista AQUI.

4. Submarino
Só quero deixar registrado o meu amor pelo Submarino. Além de ter feito as melhores promoções de livro ever, ainda aprendeu que entrega rápida deixa a gente feliz, feliz. Só esse mês já comprei 6 livros, e não gastei nem 60 reaizinhos. É ou não é pra declarar amor?

5. Canal da Juliana Gervason
E a Ju se empolgou com os vídeos sobre livros, e tem feito um melhor que o outro. Vá lá e se delicie com as impressões dela sobre o mundo da Literatura. Mas já deixe um caderninho por perto, porque vai dar vontade de comprar tudo! Acesse o canal AQUI.
Ps: Deixa eu aproveitar que 'tô falando da Ju, e desejar publicamente muito sucesso em mais essa batalha. Sucesso, Ju! Que Clarice esteja com você. ;)

6. República das Cores
Depois que conheci a República e o Fábio [dono querido dessa idéia linda], minha vida ficou mais colorida. Além dos prêmios que ganhei no concurso que ele fez com a Ju, pude participar da concepção da camiseta com a minha idéia, além de poder dar meus pitacos em outras idéias, através do grupo dos Republicadores. E é muito gostoso me sentir próxima de uma marca que respeita seus clientes.
Vá lá, vote nas nossas estampas [minha e as da Juliana Gervason], e se delicie com os outros produtos que são uma fofura só. AQUI.

7. Quase Nada pra terminar
Mais uma tirinha dos gêmeos Moon e Bá pra pensar no silêncio que nos abraça no meio de tanto barulho da vida...


Um beijo, cheio de uma maldade nem tão má assim...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...