sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Mais carinho pra alma vindo direto da República das Cores

Eu devia ter feito esse post há uns 10 dias [mais ou menos], mas tive um problema técnico: desde que essas camisetas chegaram, elas se tornaram parte de um ditado clássico que minha mãe sempre fala [e do qual eu sempre dou risada]: "bate não quara, torce e não enxuga...". Ou seja, ou elas estavam sendo usadas, ou estavam pra lavar.

Mas eu não poderia fechar o ano sem demonstrar todo o meu carinho e gratidão pela República das Cores.

Já havia feito um post sobre eles AQUI, e hoje, é com orgulho que venho mostrar minha primeira parceria "física" com esse pessoal que só tende a crescer, e crescer com qualidade.

Como eu já havia dito no post anterior, eu ganhei um concurso feito entre a República das Cores e O Batom de Clarice. Dei uma ideia pra que fosse feita uma camiseta, e o Fábio e a Ju gostaram. E cá está, depois de muita conversa e de um trabalhão por parte da equipe criativa da República [porque trabalho meu mesmo foi só dar a ideia, já que de imagem eu entendo menos que de carburadores e rebimbocas de parafusetas].

Além da camiseta com a estampa que ajudei a criar, Fábio também me deu direito de escolha de outra camiseta, e é claro que eu não poderia deixar de escolher a estampa criada pela Ju Gervason. Se você ainda não viu as camisetas que ela ajudou a criar, dá uma olhadinha nesse post AQUI.

E, de quebra, ainda me apaixonei por mais um, irmã de tecido da minha camiseta do Drummond, que já mora aqui em casa.

Antes de mostrar as imagens, deixa eu lembrar que todos os produtos da República das Cores são feitos com algodão 100% e em processos que não agridem a natureza.

Se você não conhece a diferença entre algodão 100% e poliéster [What not wear feelings!], experimenta acarinhar seu rosto com uma camiseta da República, experimenta. Você nunca mais na vida vai querer comprar aquelas blusinhas de 100% poliéster.

Agora, 'bora lá ver as bonitas? [clica que aumenta]

Primeiro, todas elas juntinhas...

1. Van Gogh + Tom Zé [essa é a minha]; 2. Ipê; 3. Frida Kahlo [essa é da Ju]

Para ver o restante das imagens, clique no links abaixo:


Agora, cada uma com o saquinho [também de tecido] em que elas vieram embaladinhas... É muito cuidado!



Close na camiseta Van Goh + Tom Zé [orgulhinho! *_*]


Close na camiseta do Ipê. Minha gente, a cor dessa camiseta é uma das mais lindas que eu já vi na vida!!!


E por último - mas não menos importante, pois tem sido a mais usada de todas -, a camiseta da Frida Kahlo, ideia da Ju. Essa caveira mexicana 'tá uma coisa linda de deus!


Agora me diz se não são um carinho pro corpo e pra alma?

Uma das coisas mais bacanas da República das Cores é essa abertura que eles dão pros parceiros e, principalmente, pra cultura.

Eu recomendo dicumforça que você vá lá visitar a página da República [AQUI, ó!]. Só que é bom se controlar, porque dá vontade de comprar tudo!!!

Antes de terminar o post, eu quero agradecer mais uma vez à Ju, que me apresentou ao Fábio, e ao pessoal da República, em especial ao Fábio, que é sempre queridíssimo. Muito obrigada, seus lindos!

Beijo procês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...