quarta-feira, 5 de junho de 2013

Às vezes essa tristeza é só cansaço...

Fonte
Hoje eu acordei atrasada. Pulei da cama, lavei o rosto com água gelada, me vesti e voltei correndo pra debaixo das cobertas, porque 'tava frio, e eu ainda não tinha reunido coragem suficiente pra encarar o mundo. Resultado: sair de casa sem dignidade [também conhecida como maquiagem] e sem pentear o cabelo.

A primeira aula da manhã é sempre uma das mais difíceis [só não ganha das cinco aulas da tarde]. Até o cérebro se tocar de que tem que trabalhar, lá se vai uma meia hora no automático.

Depois disso, é só alegria! A manhã passou rápido, as aulas foram boas e então veio o almoço corrido. A falta da sobremesa, a vontade de esticar as pernas, as costas, fechar os olhos e... dormir.

Mas eu não posso dormir. Ainda tenho cinco aulas. Cento e vinte pré-adolescentes nos quais, tenho certeza, aquela música "this girl is on fire" foi inspirada. Porque olha... haja energia!

E depois de cinco aulas, 120 alunos, um ônibus lotado e 2 quilômetros andando, finalmente chega a hora de sentar na varanda, esticar as pernas, tomar um banho e comer, porque a gente é gordinha, mas é feliz.

Sento em frente ao computador. Um monte de provas pra elaborar. A pilha de redações pra corrigir me grita desesperadamente. As roupas sujas misturadas àquelas que foram tiradas do cabide e rejeitadas se unem sobre a cadeira e formam uma montanha.

E então bate uma puta tristeza, e eu me pergunto se está tudo bem. Passo uns bons minutos pensando na vida, enquanto o maldito ponteiro do mouse fica ali piscando, esperando as questões que irão desesperar meus alunos.

Tento pensar se algo aconteceu, lembro de um acontecimento ruim, um vacilo, uma briga... Não, não tem nada que possa ter me deixado assim tão triste.

Levanto, vou tomar um café, sinto o ar gelado de um Outono que ainda tem muitas folhas pra derrubar... E é só quando volto pro quarto que descubro o motivo da tristeza. Na verdade, descubro que não é tristeza, é só cansaço...

Porque às vezes a gente exige mais do corpo do que ele pode dar. Às vezes queremos que a cabeça funcione ininterruptamente, como um computador. E acabamos nos esquecendo que, assim como os eletroeletrônicos, também precisamos recarregar a bateria.

Naquela entrevista linda que Clarice deu para a TV Cultura [se você nunca viu, faça um favor à sua alma e vá lá agora! Nem precisa terminar de ler esse texto, porque Clarice é muito mais importante!], num dado momento ela pede desculpas e diz que não é triste daquele jeito, que apenas está cansada.

Gente! Como isso faz sentido [como tudo o que a bruxa das palavras já disse ou escreveu]!!! O cansaço nos deixa tristes, casmurros, ensimesmados... Quando estamos cansados, não temos condições de andar por aí, lépidos e faceiros. Até a vida fica sem graça, porque não temos energia pra saboreá-la...

E é assim que me sinto hoje, agora: tão cansada que chego a estar triste...

E vejam que ironia: além de mim, o computador também está dizendo que sua bateria está indo pro beleléu. Ele ao menos vai ser carregado agora, mas e eu?

Um beijo procê!

16 comentários:

  1. Verdade, as vezes exigimos demais do corpo e da mente, as vezes o que precisamos é apenas de uma rede para deitar, um bom livro para ler e namorar um pouco também ajuda porque ninguém é de ferro. Mas é isso, temos de firmar os joelhos e continuar tocando o barco!

    ResponderExcluir
  2. Descansar???? Mas e não posso, tem isso prá fazer, aquilo tbm... sou do tipo de pessoa que nem nas férias consigo descansar... mas o corpo realmente pede repouso e a mente mais ainda! Mas como descansar, se o final de semana chega e eu tenho casa prá arrumar, roupa prá passar, comida prá fazer... e quando vejo, o tal final de semana já acabou e minha rotina de trabalho e estudo começa novamente??? Olha, é um dilema e vc me colocou numa bela sinuca de bico, amiga! Até acordo muito bem humorada... mas ao final do dia estou amarga e impaciente... claros sinais de cansaço... Vou refletir bastante sobre o seu texto, muito mesmo! De verdade! Obrigada!!! Bjão grandão da Isa - LidoLendo.

    ResponderExcluir
  3. "Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
    A vida não para." (Lenine - Paciência)
    Mesmo com o cansaço, a vida não para, né Pati? Só desejo força para vc enfrentar essa correria! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. O resumo da minha vida, Pati.
    Moro sozinha, não tenho empregada, trabalho longe, encaro condução cheia, tenho três gatinhos pra cuidar...
    Difícil demais.
    Quando digo pras pessoas que passo o fim de semana deitada vendo filmes em looping (rola uma cochilada entre eles, ou durante...), há quem diga que estou deprimida.
    Nem é... É cansaço mesmo.
    E já acho que tô ganhando se consigo ver um filme e ler umas vinte páginas do livro da vez.

    Força aí, mulher!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. A minha vida está assim também Pati, mas tenhamos força, um dia vamos ter nossa vida só pra gente.
    A gente faz, faz, faz... o dia inteiro, não pára e ao mesmo tempo parece que não saímos do lugar.
    Eu não tenho nada pra falar que possa te consolar, mas o seu texto foi ótimo pq me fez sentir que não sou a única nesse mundo que anda neste estado. Sei que é feio isso, mas a empatia nos dá um pouco de conforto.

    Bjos
    Carol

    ResponderExcluir
  7. Hoje falei neste teu post a uma amiga. Sendo tão verdade como é que eu nunca me tinha dado conta?
    Obrigada por trazeres um pouquinho de sabedoria à minha vida. E obrigada à Clarice. Sempre.

    ResponderExcluir
  8. Conheci o blog pela promoção que vi no canal da Tatiana. Achei o seu blog muito bom. Adorei os textos. =)

    ResponderExcluir
  9. adorei adorei o texto
    adorei adorei adorei o vídeo!!!
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  10. É verdade. Às vezes essa é a única explicação convincente. Adorei o texto :)

    ResponderExcluir
  11. Noooooooooossa isso é muito "a minha cara" rsrsrs... Trabalho em duas empresas diferentes, meu horário de almoço se resume ao subir de elevador, e do fim de semana... no fim de semana são meus queridos alunos do EaD! haha!
    A vontade de destruir o mundo é iminente... principalmente no final do dia, quando tudo o que se mais deseja é deitar e dormir mas que, assim como essa bucólica segunda-feira, ainda terei de assistir aula da pós. ^^
    E assim a vida segue ^^

    ResponderExcluir
  12. C'est la vie. Como pode né? Meus dias e de mta gente são sempre assim. Maldade.

    ResponderExcluir
  13. Well...Todo mundo precisa um dia parar pra recarregar as baterias...

    ResponderExcluir
  14. Texto mt legal!
    Cansaço é uma coisa cruel, faz mesmo isso com as pessoas.

    ResponderExcluir
  15. Olá!! Este é um convite para você participar do “Grupo Academia Machadense de Letras”, onde você poderá publicar gratuitamente seus poemas, contos, crônicas, livros, música; textos sobre saúde, eventos, sugestões de filmes, Artes, Shows, teatro, cinema, dança, artesanato... Acesse o link abaixo e no canto superior direito clique em (PARTICIPAR). Grande abraço!

    https://www.facebook.com/groups/149884331847903/

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...