sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Parece [Poemetos]

Parece que foi ontem
que te dei o primeiro beijo.
Doce, trêmulo, sentido.
Parece que foi hoje
que ouvi sua voz me dizendo
que gostar de mim já não era tão bom.
Parece que será amanhã
que minhas lágrimas serão derramadas
sobre um chão de cinzentas ilusões.
Já não consigo enxergar em mim
a menina que sorria toda vez que via tua estrela.
Já não consigo ver em você
o menino que brilhava cada vez que ouvia minha canção.
Então pra quê?
Pra que continuar tentando
esconder o que já não é mais segredo.
Não sei se você percebeu
mas nossa lua já não mais sorri.
Ela apenas é. Apagada. Triste. Só.
Parece que foi ontem
que você não mais me olhou
nem que fosse pra dizer adeus.
Parece que foi hoje
que senti teus lábios frios me dizendo que acabou.
Parece que será amanhã
que vou te ver de mãos dadas com outro sonho.
Então pra quê?
Pra que continuar tentando
esconder o que já não é mais segredo.
Que eu não nasci pra ser sua
e você não nasceu pra ser meu.

Patrícia Pirota
2007

3 comentários:

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...