sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Sentidos [Poemeto]

Enquanto caminho na chuva
penso nos olhos vazios
nos ombros cansados
na correria do mundo
Vejo o sorriso amarelo
a calçada suja
o vidro quebrado
Sinto o nó na garganta
o soco no estômago
a queda da ilusão
Ouço a voz da angústia
o lamúrio do tempo
o tilintar da tristeza
Toco a poeira da solidão
a cicatriz da cultura
as mãos do poder
Tudo no embalo dos sonhos
que não mais carrego,
mas que me levam nas asas.

Patrícia Pirota
[Novembro de 2006]

2 comentários:

  1. Só uma palavra para os seus poemas: Amor. Amor a primeira vista; escreves muuuuito bem! :)

    ResponderExcluir

Entre e fique à vontade!
'Bora prosear, porque esse blog também é seu.
Obrigada por sua visita, e por sua opinião.
Seu comentário será respondido aqui, nesse espacinho, assim que possível.
Um beijo procê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...